Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mercados de São Luís passam por processos de reformas e ampliação

As obras vão proporcionar a comerciantes e consumidores um ambiente mais limpo e adequado à compra e venda de produtos

Obras no Mercado das Tulhas (Foto: Divulgação)

As obras nos mercados do Coroadinho, Tulhas (Praia Grande), Monte Castelo, São Francisco, Anil, Bom Jesus e Cohab seguem sendo realizadas obedecendo todas as normas sanitárias apontadas pelas autoridades de saúde para evitar contaminação pelo novo coronavírus.

Integrantes do programa São Luís em Obras, as reformas, depois de finalizadas, vão proporcionar a comerciantes e consumidores um ambiente mais limpo e adequado à compra e venda de produtos alimentícios e de outros gêneros.

O Mercado do Coroadinho, construído em 1985 e reformado há mais de 20 anos, é uma das obras em estágio mais avançado. Ele teve sua estrutura demolida no ano passado para dar lugar a uma nova completamente capacitada para beneficiar os mais de 100 feirantes na área. Toda a construção da parte estrutural do local foi concluída, como o levantamento de reboco das paredes de alvenaria, sistemas elétricos, hidráulicos, sanitários, piso, telhado e até a fachada lateral externa.

Já os boxes, área administrativa e os banheiros estão em fase final de acabamento. O novo mercado prevê ainda projetos de acessibilidade para pessoas com deficiência, iluminação e ventilação natural, flexibilização e reorganização dos espaços de trabalho com a unificação das estruturas físicas existentes, instalação de equipamentos de segurança contra incêndio, além de elementos que possibilitarão o manuseio e armazenagem de alimentos, água e descarte correto de resíduos sólidos.

Outra obra que também está em fase adiantada é o Mercado das Tulhas, um dos pontos mais visitados da capital pela população ludovicense, turistas e todos aqueles que buscam lazer, diversão, artesanato, gastronomia, música, folclore e diversas outras expressões culturais da cidade.

Por conta disso, o projeto de manutenção e reparo da edificação segue os padrões rígidos para manter os elementos construtivos originais do espaço, conservando um bem cultural que faz parte do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico de São Luís e que foi tombado pelo governo federal, em uma área considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

No local foi realizada uma reforma total, sendo refeitos os sistemas sanitários, hidráulicos e de eletroduto, além de pisos e áreas de circulação. Atualmente, a obra está em fase de acabamento, com a instalação do sistema elétrico e colocação de revestimento nos boxes e bancadas de granito.

As obras de construção e reforma dos mercados continuam em outros bairros, como o Monte Castelo, onde uma estrutura totalmente nova está sendo construída na rua Raimundo Corrêa, com capacidade para abrigar cerca de 40 boxes. Já com o processo de terraplanagem finalizado, os operários trabalham atualmente no preparo da estrutura que será necessária para estabilizar a construção no terreno.

No Mercado do São Francisco, o trabalho já está adiantado, com cerca de 70% de toda a obra finalizada, que contará com aproximadamente 100 boxes. As etapas de terraplanagem, fundação e construção de pilares de concreto já foram concluídas. A próxima etapa será a construção do sistema sanitário e das instalações hidráulicas e elétricas.

Já no Mercado da Cohab já foram concluídas as obras de terraplanagem e construção das paredes de alvenaria de aproximadamente 20 boxes, além do muro frontal e lateral. Nesta semana, está sendo realizado o processo de colocação de estacas de concreto no local que margeia a Avenida Jerônimo de Albuquerque, onde havia alguns feirantes instalados e que foram remanejados para outra área, com barracas padronizadas cedidas pela Prefeitura de São Luís.

Também seguem em obras os mercados do Monte Castelo, Anil e Bom Jesus.

Carregando