Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Secid realiza sorteio de localização de apartamentos do residencial Jomar Moraes em São Luís

O empreendimento integra o projeto PAC Rio Anil e vai beneficiar 1.104 famílias

Residencial Jomar Moraes, em São Luís (Foto: Divulgação)

A Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) realizou, nessa segunda-feira (1º) o sorteio de localização de apartamentos do Residencial Jomar Moraes, localizado no Parque Pindorama, em São Luís.

O empreendimento integra o projeto PAC Rio Anil e vai beneficiar 1.104 famílias residentes nos bairros da Camboa, Liberdade, Fé em Deus e Alemanha. O evento foi on line por conta da pandemia da Covid-19, e contou com a participação do titular da secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Rubens Pereira Junior, Doriedson Costa, supervisor de Habitação da Caixa Econômica Federal (CEF), o adjunto de Assuntos Metropolitanos, Raimundo Reis e representantes das comunidades contempladas.

O gestor iniciou a live explicando o motivo da modalidade do sorteio e falou que o evento estava sendo transmitido pelas redes sociais oficiais da secretaria. Ressaltou ainda que para dar transparência ao evento foram chamados alguns lideres das comunidades. Foram adotadas todas as medidas de segurança e sanitárias.

O superintendente de habitação Doriedson Costa esclareceu aos participantes sobre a programação do sorteio. Primeiramente, foram sorteados para o térreo, os idosos e as pessoas com deficiência e, logo depois, todos os outros contemplados.

PAC Rio Anil

O projeto PAC Rio Anil tem a finalidade de remover famílias que habitam em palafitas à margem esquerda do Rio Anil, localizadas nos bairros da Camboa, Liberdade, Fé em Deus e Alemanha. A iniciativa já beneficiou milhares de famílias com moradias nos residenciais da Camboa, Fé em Deus e Monte Castelo.

O Residencial Jomar Moraes recebeu investimentos de R$ 82 milhões, oriundos do Programa Minha Casa Minha Vida, por meio da Caixa Econômica Federal e de contrapartida do Governo do Estado.

O residencial, que é formado por 33 blocos de 32 apartamentos e por dois blocos de 24 apartamentos, abrigará famílias que viviam em condições de vulnerabilidade social nos bairros da Liberdade, Camboa e entorno da Avenida Jackson Lago.

Carregando