Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Padrasto é suspeito pela morte de criança de um ano em Coelho Neto

O suspeito foi autuado em flagrante, inicialmente, pelo crime de ato infracional análogo à lesão corporal grave

Foto: Ilustração

Um crime bárbaro chocou os moradores da cidade de Coelho Neto/MA. Uma criança de apenas um ano de idade morreu após ser agredida pelo padrasto, um adolescente de 17 anos.

De acordo com a Polícia Civil, conselheiras tutelares da cidade foram à delegacia e informaram que a criança havia dado entrada na maternidade desacordada. No local, o padrasto disse que ela se engasgou enquanto tomava mamadeira. O médico, conforme a polícia, desconfiou da versão ao verificar vários sinais de agressões físicas pelo corpo da menina.

“Fomos à maternidade e, ao conversar com o médico, ele afirmou suspeitar das agressões físicas. Nesse momento, percebi que a criança ainda estava desacordada e com várias manchas roxas pelo corpo e na cabeça”, relatou o delegado titular de Coelho Neto, Márcio Mendes.

Ainda segundo o delegado, o padrasto foi apreendido horas depois. Ele negou o crime, mas também não teria sabido explicar os hematomas na criança. O adolescente foi autuado em flagrante, inicialmente, pelo crime de ato infracional análogo à lesão corporal grave.

“Quando ele foi autuado e a apreensão comunicada ao Poder Judiciário, a criança ainda estava viva. Agora se instaura auto de investigação de ato infracional. Vamos ouvir testemunhas e levantar mais informações. Ao final, a conclusão se dará, possivelmente, pelo homicídio ou lesões corporais seguidas de morte”, pontuou.

A mãe, também uma adolescente de 17 anos, foi ouvida, e disse apenas que desconfiava das marcas na filha. Durante as buscas do suspeito, testemunhas confirmaram que ouviam constantemente gritos do suspeito e choros fortes da criança quando a mãe não estava em casa.

O corpo da menina foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde serão feitos exames que identifiquem a causa da morte

Carregando