Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mato alto encobre placas na BR-135 entre Porto do Itaqui e Vila Maranhão, em São Luís

Sinalização está encoberta pelo matagal, dificultando a visualização para quem trafega pela rodovia

Sinalização está encoberta pelo mato alto, em trecho da BR-135 (Foto: Gilson Ferreira)

A falta de manutenção nas margens da BR-135, que liga a cidade de São Luís com outros municípios do Maranhão, prejudica a sinalização da via. As placas ficam encobertas pelo mato alto e, em alguns casos, os motoristas não conseguem descobrir o que é proibido ou permitido.

Nessa quarta-feira (17), o Jornal Pequeno percorreu a rodovia a partir da Avenida dos Portugueses até o Posto Paizão, que fica logo após a área urbana da Vila Maranhão, sendo que uma parte desse trajeto é duplicada. Há sinalização sobre proibição de ultrapassagem, aviso de quebra-molas, limite de velocidade e retornos, todas prejudicadas pelo matagal.

Para o caminhoneiro José Rodrigues Matias, a situação está cada vez mais precária.

“Quem já se acostumou com este caminho, já conhece as dificuldades. Em relação às placas, pela noite é bem pior”, disse o caminhoneiro, que transporta soja do sul do Maranhão para o Porto do Itaqui, e ontem estava com o seu caminhão estacionado no Posto Paizão.

“Tantas ‘riquezas’ são transportadas pelas rodovias do país, principalmente por esta, que dá acesso ao Porto do Itaqui. Mas isso não é o suficiente para que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) mantenha, de forma constante, a manutenção da BR135”, reclamou o caminhoneiro paulista Josias Rabelo.

O JP chegou a receber denúncias de buracos na região, mas nessa quarta-feira foi apurado que o serviço de tapa-buraco já está sendo feito, com máquinas e operários atuando na rodovia.

Por alguns trechos, entre a Vila Maranhão e o Porto do Itaqui, o JP verificou vários remendos, dando prova de que o serviço de reforma da pista de asfalto foi iniciado antes da data de ontem. Porém, a capina no canteiro central e nas laterais da BR-135 ainda precisa ser feita.

OUTRO LADO Por meio de nota, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que tem conhecimento dos problemas apontados e que há contrato vigente para o trecho citado.

O órgão comunicou que já acionou equipes para a execução de reparos com a maior brevidade possível. E ressaltou que em breve concluirá as atividades. As obras englobam, além da roçagem, os serviços de tapa buraco.

Carregando