Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia prende homem que teria confessado assassinato do publicitário Diogo Costa em São Luís

Segundo informações preliminares, ele participou do assalto que resultou no roubo de um Argo Vermelho, nas proximidades do Barramar

Raimundo Cláudio Diniz confessou ter matado o publicitário e se diz arrependido (Foto: Divulgação)

Foi identificada e presa uma pessoa acusada de ter assassinado o publicitário Diogo Costa, na Lagoa da Jansen, em São Luís. Raimundo Cláudio Diniz está sendo ouvido na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (Shpp). Informações do advogado do acusado apontam que ele confessou o crime.

Ainda segundo informações preliminares, ele participou do assalto que resultou no roubo de um Argo Vermelho, nas proximidades do Barramar. Este veículo, segundo a polícia, foi clonado e acabou se envolvendo no crime.

O Informante/Jornal Pequeno obteve mais detalhes sobre a apresentação à Polícia, na tarde desta sexta-feira, 26, pelo advogado Adriano Cunha, do receptador e assaltante Raimundo Cláudio Diniz, autor-confesso do assassinato do publicitário Diogo Adriano Costa Campos, morto com um tiro no pescoço, terça-feira, 16, na Lagoa da Jansen.

O Informante/Jornal Pequeno teve acesso à conversa preliminar que o autor-confesso do crime teve com a Polícia e conseguiu detalhes sobre a dinâmica do assassinato e o roubo do veículo Argo vermelho utilizado no assassinato.

Conforme depoimento de Raimundo Diniz, o Argo foi tomado de assalto no sábado anterior ao crime, na descida do Barramar que dá acesso à Avenida Litorânea, por três pessoas: ele (Diniz), um parceiro conhecido como ‘Gordo’ e um terceiro homem (não identificado). Raimundo Diniz estava no carro dele, um corola branco, em companhia de ‘Gordo’ e do terceiro elemento. Eles abordaram o condutor do Argo e tomaram o veículo de assalto. Na terça-feira, 16, segundo o assassino-confesso, os três estavam no Argo vermelho e passaram em frente ao condomínio do Diogo, que ia saindo. Para evitar o choque, Raimundo Diniz disse que desviou e seguiu em frente, sem que tivesse havido qualquer discussão. Ressaltou que as imagens mostram que estava com o vidro fechado e simplesmente seguiu e foi embora. Diogo, então, saiu atrás dos ocupantes do Argo. Em frente ao antigo bar Por Acaso, segundo Diniz, Diogo passou pelo Argo e o trancou. Em seguida, ainda segundo o autor-confesso, desceu do veículo e começou a dar murros no vidro do veículo. Quando o condutor do Argo abriu o vidro, segundo declarou, Diogo começou a xingá-lo e lhe desferiu um soco no peito. No momento que recebeu o soco, Raimundo Diniz disse que pegou a arma de um dos companheiro que estavam no veículo e atirou contra o publicitário, deixando o local em seguida.

A Secretaria da Segurança Pública convocou a imprensa para uma entrevista coletiva, às 15h desta sexta-feira,26, na sede da Delegacia Geral, na Avenida Beira-Mar. Na oportunidade, a Polícia dará todas as informações sobre o caso.

 

 

Carregando