Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bares e restaurantes reabrem neste sábado com restrições para evitar a proliferação da Covid-19

O governo do Maranhão também autorizou a reabertura, a partir de hoje, das praças de alimentação dos shoppings

Para reabrirem, a partir deste sábado, os restaurantes, bares e lanchonetes precisam adotar medidas de prevenção contra a Covid-19 (Foto: Gilson Ferreira)

Há pouco mais de três meses com as portas fechadas, bares, restaurantes e lanchonetes de São Luís voltam a receber o público, neste sábado (27), como parte da quinta etapa da retomada gradual da economia,determinada pelo governo do Estado, por meio da Portaria nº 42.

Esses estabelecimentos estão permitidos a funcionar, mas com restrições; uma delas é a proibição do atendimento na modalidade self-service, para os restaurantes, além das medidas de biossegurança para garantir que clientes não sejam infectados pelo novo coronavírus.

Nessa sexta-feira (26), o governo anunciou que também estão autorizadas a funcionar as praças de alimentação dos shoppings e similares, a partir de hoje.

No Centro Histórico de São Luís, em frente à Praça João Lisboa, o Restaurante Brasileiríssimo adotou diversas estratégias de segurança sanitária, sendo uma delas a entrega grátis de máscara de TNT à clientes que, porventura, tenham esquecido as suas em casa, e compareçam ao estabelecimento, no horário do almoço, sem estar utilizando o item de proteção individual.

A gerente do Brasileiríssimo, Andreia Pinheiro, informou que ontem (26) foi o dia da faxina geral no local; pois, além da implementação de medidas preventivas à Covid-19, o espaço ganhou nova pintura.

“Pintamos as paredes, então, todo o dia de hoje (ontem) é de limpeza. Amanhã (hoje) abriremos com um painel com pedal instalado nele um vidro de álcool em gel; o painel ficará na porta de entrada do restaurante. Também, não ofereceremos o serviço selfieservice, como era de costume antes da pandemia, pois estamos atentos ao que diz a Portaria 42, do governo estadual”, informou a gerente.

Andreia Pinheiro disse ainda que, desde o dia 1º deste mês, o restaurante tem adotado a modalidade delivery.

Na Praça Benedito Leite, que fica ao lado da Igreja da Sé, também no Centro Histórico, os funcionários do restaurante Lua disseram que o local somente receberá o público a partir de segunda-feira (29), quando todos os itens da Portaria 42 forem adotados.

Ao lado do restaurante Lua, donos do restaurante Skina, ontem, faziam a mudança dos móveis do espaço para outra estrutura, localizada na Vila Embratel.

“O aluguel pesou, pois, mesmo fechado por três meses, continuamos pagando. Na Vila Embratel, temos local próprio, logo, o restaurante continuará aberto, mas com novo endereço”, disse o proprietário do Skina.

Na Rua da Paz, os responsáveis pelo restaurante Hong Kong, que fica próximo à Igreja de São João Batista, disseram que o estabelecimento continuará por mais alguns dias somente com a venda de “quentinhas”, que são os pratos elaborados para consumo fora do estabelecimento, vendidos em embalagens de alumínio ou isopor, até que sejam adotadas todas as medidas preventivas contra a Covid-19.

O QUE DIZ A PORTARIA Nº 42

Entre as orientações para a volta do funcionamento dos estabelecimentos, determinadas pela Portaria nº 42, está a dispensação de guardanapos de papel devidamente protegidos ou embalados, assim como os de tecido que podem ser levados ao cliente após ele ter ocupado a mesa.

Os espaços deverão ser higienizados sempre que outras pessoas precisarem usar, assim como será exigida a troca das toalhas sem a opção de reaproveitamento. Entrada e número de clientes deverão ser controlados (a lotação não pode ultrapassar 50% da capacidade do local), para evitar aglomerações respeitando sempre a distância de 2m por pessoa.

Os cardápios, quando existentes, devem ser produzidos em materiais de fácil limpeza, materiais descartáveis ou, se possível, disponibilizado de modo virtual para o rápido e fácil acesso do cliente. Mesas e cadeiras deverão continuar respeitando a medida de dois metros de distanciamento. Os recintos deverão ter boa ventilação, e, para isso, precisam estar com janelas e portas abertas. Em caso de o espaço ser climatizado, os proprietários deverão garantir a manutenção dos aparelhos, conforme recomendações das legislações vigentes.

Para aumentar a segurança sanitária aos usuários, os estabelecimentos deverão oferecer formas de pagamento como a tecnologia contactless, a qual permite a efetivação de transações e compras apenas aproximando o cartão da maquininha. Em caso desse sistema não estar disponível, os equipamentos deverão ser higienizados com álcool 70 sempre que forem utilizados.

O documento também determina a proibição de atrações musicais, culturais e de qualquer tipo que promova aglomeração ou movimentação acima do convencional. Além disso, estabelece os seguintes horários para funcionamento para Bares e Restaurantes: almoço, das 11h às 15h, lanches, das 10h às 00h, e jantar, das 18h às 00h. As padarias terão seu funcionamento das 6h às 20h.

A Portaria nº 42, que aprova protocolo específico de medida sanitária segmentada para funcionamento de bares, restaurantes e afins, com as demais normas e medidas está disponível no site da Secretaria de Estado da Saúde em: www.saude. ma.gov.br/portarias.

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO

O Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública do Estado do Maranhão aprovou a reabertura de praças de alimentação em shoppings e similares durante reunião, nessa sexta-feira (26). Um novo documento será emitido pela Casa Civil com a liberação do funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares e similares localizados em galerias e shopping centers, de acordo com as normas e medidas de segurança descritas na Portaria nº 42. 

Carregando