Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mulher é encontrada enterrada em cova rasa em Paço do Lumiar

A vítima é mãe dos jovens que mataram dois servidores de uma prestadora de serviço para a antiga Cemar, em 2019, na mesma região

Local onde Miranda Silva estava enterrada; ela é mãe de “De Menor”, condenado pela morte dos servidores da Equatorial (Foto: Divulgação)

O corpo de uma mulher, identificada como Miranda Martins Silva, de 47 anos, foi encontrado enterrado no terraço da casa na qual morava, no Residencial Sítio Natureza, no Conjunto do Maiobão – município de Paço do Lumiar. O marido dela, identificado como “Wagner”, é o principal suspeito de ter cometido o crime, segundo a Polícia Civil.

Miranda Silva é mãe dos jovens que mataram dois servidores de uma prestadora de serviço para a antiga Cemar, hoje Equatorial Maranhão, no dia 15 de janeiro de 2019, lá mesmo no Sítio Natureza.

De acordo com a delegada Viviane Fontenelle, chefe do Departamento de Feminicídio da Polícia Civil, responsável pela investigação do caso, Miranda estava sem dar notícias e a filha resolveu ir até a casa dela à procura da mãe.

“A vítima estava desaparecida desde sexta-feira (3), e a filha sentindo a falta dela resolveu ir até a casa da mesma. Quando chegou ao local, sentiu o forte odor e acionou o 190”, explicou a delegada.

Na residência, o Corpo de Bombeiros realizou a escavação do terreno e localizou, em uma cova rasa, o corpo da mulher já em estado avançado de decomposição. Os peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), conforme a delegada, não detectaram nenhuma lesão aparente, mas possivelmente ela foi vítima de asfixia.

A Polícia Civil aguardará os resultados dos exames do IML para saber a real causa da morte, que teria ocorrido na madrugada de sexta para sábado. Ainda segundo Viviane Fontenelle, o companheiro da vítima, identificado apenas como “Wagner”, é considerado o principal suspeito de cometer o crime, e está foragido.

O casal estaria junto há pelo menos quatro anos e ambos possuem passagens pela polícia. Ele, de acordo com a filha da vítima, fazia tratamento por ser usuário de drogas.

FILHOS MATARAM SERVIDORES DA EQUATORIAL

Miranda Silva é mãe de Pablo Martins Silva, conhecido como “De Menor”, e de um adolescente que, no dia 15 de janeiro de 2019, mataram João Victor Melo e Francinaldo Carvalho da Silva, funcionários de uma empresa terceirizada da antiga Cemar, hoje a Equatorial Maranhão.

O crime ocorreu, também, no Sítio Natureza, e teria sido motivado pelo fato de as vítimas terem cortado a energia da casa da namorada de “De Menor”, que foi atrás dos terceirizados e os matou ainda dentro do veículo no qual eles trabalhavam.

Carregando