Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Audiência de acusado de matar a ex-companheira é nesta quarta

O crime ocorreu no dia 25 de janeiro de 2020, e também teve como vítima José Willian dos Santos Silva

Bruna Lícia e Carlos Eduardo em postagem nas redes sociais (Foto: Reprodução)

A primeira audiência de instrução do processo contra o soldado da Polícia Militar do Maranhão, Carlos Eduardo Nunes Pereira, 31 anos, acusado de feminicídio contra sua ex-companheira Bruna Lícia Fonseca Pereira e de homicídio contra José Willian dos Santos Silva, será realizada nesta quarta-feira (15).

O crime ocorreu no dia 25 de janeiro de 2020, por volta 13h30, no apartamento onde a mulher morava, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.

A audiência, marcada para as 8h30, ocorre no Fórum Des. Sarney Costa e será presidida pelo juiz titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri, José Ribamar Goulart Heluy Júnior.

Foram arroladas 15 testemunhas nesta primeira parte do processo.

O caso

Carlos Eduardo Nunes assassinou a esposa, na tarde de 25 de janeiro de 2020, após chegar no apartamento em que morava com Bruna Licia e a surpreender com um rapaz, identificado como José Willian dos Santos Silva, que também foi morto a tiros. O crime ocorreu no condomínio Pacífico I, bairro Vicente Fialho, em São Luís.

Descontrolado, o policial militar efetuou vários disparos nos dois, que morreram no local. Após o crime, Carlos Eduardo se entregou e foi encaminhado para a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

No depoimento, o soldado revelou que houve luta entre eles antes dos disparos fatais, e confirmou, também, uma terceira pessoa no local do duplo crime.

Carregando