Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Infraestrutura precária incomoda moradores de bairro de São Luís

A presença de buracos na Rua do Poço começa logo na entrada da via.

O tráfego na Rua do Poço está prejudicado pelos buracos existentes na via; que, segundo os moradores, são oriundos de uma obra da Caema (Foto: Francisco Silva)

Há mais de 20 anos morando no bairro Recanto do Vinhais, em São Luís, Manoel Antônio Xavier, de 57, nos últimos 12 meses mudou-se de área; porém, permanecendo na mesma delimitação territorial. Atualmente, a casa do servidor público aposentado fica exatamente no canto das ruas do Poço e Transjordânia (também conhecida como Travessa do Poço).

Manoel contou que houve a mudança, e surgiu uma certeza: os buracos e o esgoto ao ar livre existentes nas vias passaram a ser os seus vizinhos indesejáveis. Manoel e outros moradores disseram que no início do ano de 2019, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) realizou obras de drenagem na Rua do Poço, e que desde então a via está cheia de buracos.

Na lateral da casa do aposentado, há uma cratera enorme com água empoçada. Ele contou que o asfaltamento, que já era precário, hoje por pouco inexiste. “Tanto tempo se passou, e ninguém apareceu para concluir o serviço, que seria a obra de recapeamento com asfalto novo”, lamentou Manoel. “Quem anda por essas ruas corre o risco de cair e levar um tombo”, declarou o funcionário público Raimundo Silva Serrão, 65, e há 43 mora no Recanto do Vinhais. “É de chorar a situação dessa rua”, opinou o policial civil Joel Barbosa Luz, 49.

A presença de buracos na Rua do Poço começa logo na entrada da via. Pelo logradouro, passa o transporte público do Recanto do Vinhais – de única linha de ônibus coletivo que atende a região. Devido aos buracos, e o logradouro ser estreito, segundo os moradores, pode acontecer de, às vezes, carros e motos terem que subir calçadas para que outros veículos possam circular.

A população reclamou do estreitamento da rua, mas disse que quer mesmo é a questão da infraestrutura seja resolvida, porque isso ela sabe a quem cobrar.

ESGOTO AO AR LIVRE

Enquanto os investimentos não chegam na Rua do Poço, os moradores dessa área do Recanto do Vinhais convivem com outro problema: a falta de rede de esgoto na Rua Transjordânia. Nessa via, não é somente o esfarelamento do asfalto, mas a própria rua está afundando com um lago de água suja passando sob a pavimentação. Nesta via, a Caema, sequer, segundo os moradores, chegou a fazer algo.

OUTRO LADO

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), por meio de nota, informou que o sistema de esgoto que abrange a Rua do Poço e a Rua Transjordânia, no bairro Recanto do Vinhais, faz parte do conjunto de obras do PAC, que ainda não está em funcionamento.

A Companhia esclareceu, no entanto, que os imóveis da área fazem uso de fossa séptica. E, apesar de os moradores garantirem que os problemas de infraestrutura foram provocados por obras da Caema, a empresa informou que “todos os buracos existentes no endereço são oriundos de problemas de pavimentação, serviço de competência do poder público municipal”.

Carregando