Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Cinco dicas para aumentar sua segurança na internet

O mundo online pode oferecer riscos para seus usuários. Para evitar golpes e vírus, confira algumas dicas importantes

O mundo online pode oferecer riscos para seus usuários (Foto: Kaboompics)

Muitas das atividades que realizamos tem conexão com o mundo on-line. Não é à toa que os chamados cybercrimes aumentaram consideravelmente nos últimos anos. Para evitar cair em golpes ou instalar um vírus em seu equipamento, confira 5 dicas para aumentar sua segurança na internet.

  1. Mantenha o seu antivírus atualizado

Você sabia que um usuário está exposto de diferentes formas aos vírus na internet? Um arquivo malicioso pode entrar no sistema operacional que você utiliza por meio de um site, por um download realizado, por uma foto recebida e até por programas que você instala. A melhor forma de evitar esse tipo de situação é com um bom antivírus.

O antivírus é um software capaz de identificar e evitar que arquivos ruins se instalem no seu computador. Porém, como os vírus evoluem e se transformam, é preciso que além de ter um antivírus você mantenha o programa atualizado, para que novos vírus não passem despercebidos.

São várias as marcas que oferecem esse programa e, de forma geral, os softwares mais completos são pagos. Por isso, a dica é que você encontre cupons de desconto para antivírus para adquirir uma licença e garantir a segurança sem pesar no bolso.

  1. Troque suas senhas com periodicidade

Não é incomum que uma pessoa mantenha uma senha por anos e anos. O problema é que, ao utilizar sempre o mesmo código, as chances de roubo de informações e uso indevido delas aumentam consideravelmente. Por isso, por mais que seja uma tarefa desgastante, procure trocar suas senhas com periodicidade.

Outra dica para aumentar sua segurança na internet no quesito senhas é pensar em códigos que divergem do padrão. Datas de nascimento e nomes de familiares são pouco seguros, uma vez que são dados fáceis de encontrar na internet. Lembre-se de criar senhas que contem com números, letras e outros caracteres, para dificultar a descoberta por hackers.

  1. Atenção aos e-mails falsos

Provavelmente, você já recebeu uma mensagem por e-mail de um banco, avisando sobre uma irregularidade em sua conta. Aos olhos desatentos, essa mensagem parece verdadeira, especialmente por utilizar imagens e logos do banco em questão. Entretanto, não passa de um golpe.

Nesse tipo de e-mail, os golpistas criam uma mensagem que parece convincente o bastante para que o leitor clique em um link e acabe por passar informações pessoais ou baixe um vírus. Para evitar a situação, verifique sempre o remetente do e-mail e nunca acesse um endereço eletrônico sem fazer uma pesquisa a respeito da veracidade.

Além dos bancos e sistemas financeiros, órgãos do governo também sofrem com golpes. Recentemente, a Polícia Federal precisou alertar a população sobre um golpe por e-mail que utilizava o nome da instituição. Ou seja, ao receber um e-mail de uma agência do governo, busque informações antes de clicar em qualquer coisa.

  1. Golpes por SMS

Para aumentar sua segurança na internet é importante dar uma atenção especial ao smartphone, um dos dispositivos mais utilizados pelos brasileiros para conexão com o mundo. Isso porque os golpistas adaptaram as mensagens e passaram a enviar vírus por SMS.

Segundo uma pesquisa realizada pela Refinaria de Dados, 73% das tentativas de fraude foram feitas por SMS, considerando somente o período de quarentena que teve um aumento considerável nesse tipo de roubo.

Os golpes geralmente envolvem termos que estão populares entre as pessoas ou que afetam a população, como o novo coronavírus ou o auxílio emergencial liberado pelo governo. Na maioria dos casos, os hackers coletam dados dos usuários que caem na fraude e vendem para terceiros, o que permite compras irregulares ou uso indevido de identidade.

  1. Cuidado com as redes públicas

É muito comum que ao chegar em um ambiente com Wi-Fi, o usuário opte por manter sua conexão nesse tipo de rede, uma vez que costuma ser mais rápida e estável do que a internet móvel.

Porém, é importante ter cuidado com as redes públicas, evitando o acesso à sites que tenham dados confidenciais, como o seu banco ou plataformas que tenham informações do seu trabalho. Ao conectar em Wi-Fi de bares, cafés ou shoppings, prefira acessar sites que não te prejudicarão caso vaze alguma informação.

Informação nunca é demais

Sempre que um golpe é desvendado pela polícia, pessoas más intencionadas criam novas formas de roubar dados ou enviar vírus para outros usuários. Por isso, estar bem informado é essencial para ficar longe desses cybercrime.

Vale pesquisar sobre os golpes online mais comuns do momento, além de criar o hábito de sempre pesquisar quando tiver dúvida sobre a confiabilidade de uma mensagem. São atitudes simples que garantem uma navegação livre de riscos.

Carregando