Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Corpo de vaqueiro é encontrado em açude na cidade de Bacabal

Campeão em várias vaquejadas, “Canhotinha de Ouro” estava desaparecido desde sábado (18), após participar de uma ‘live’

Campeão em várias vaquejadas, “Canhotinha de Ouro” estava desaparecido desde sábado (Foto: Divulgação)

O corpo do vaqueiro Alex Araújo, de 34 anos, foi encontrado em um açude no povoado Alto Alegre do Acelino, no município de Bacabal. Ele estava desaparecido desde sábado (18), após ter deixado uma festa na localidade, quando se confraternizava com participantes de uma ‘live’.

Conhecido como “Canhotinha de Ouro”, o vaqueiro estava na cidade, segundo informações apuradas pelo delegado Carlos Renato, titular da Delegacia Regional de Bacabal, para verificar um cavalo que seria adquirido para os shows dos quais ele participava.

Há relatos de que Alex também tenha participado de uma ‘live’ no Parque Campo Alegre, em Alto Alegre, e esteve em um haras em Bacabal.

Segundo o delegado Carlos Renato, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Timon, onde foram realizados os exames. O delegado disse, ainda, que não existe nenhuma lesão externa, nada que identifique algum tipo de agressão e que justifique se tratar de um homicídio.

“O perito afirmou que a morte se deu por asfixia em decorrência de afogamento. Suspeitamos que ele tenha tido um mal súbito, quando foi na beira do açude, e como estava sozinho desmaiou e acabou se afogando”, explicou.

Alex Araújo, que era natural da cidade de Eloi de Souza, no estado do Rio Grande do Norte, era casado e deixa duas filhas. Em 2019, ele foi considerado o melhor vaqueiro do Brasil, e participava de vaquejadas no país inteiro.

Carregando