Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Gestão Operacional, a guia de todo produtor

Pecuarista abordou um dos temas mais importantes na agropecuária, a gestão de custos operacionais em confinamentos.

Entrevista com o Pecuarista e Consultor de Indústrias de Nutrição Animal e Confinamento, Fernando Junqueira Franco

Fernando Junqueira Franco graduou-se em Engenhria Agrônomica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – USP, possui mestrado em Ciência Animal e Pastagens pela Universidade de São Paulo/Esalq, atua no mercado como Pecuarista e Consultor de Indústrias de Nutrição Animal e Confinamentos.

Foto: Scot Consultoria

Fernando Junqueira Franco, pecuarista e palestrante do Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria, bateu um papo com a Scot Consultoria e abordou um dos temas mais importantes na agropecuária, que reflete diretamente no bolso do produtor, a gestão de custos operacionais em confinamentos.

Fernando Junqueira Franco graduou-se em Engenhria Agrônomica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – USP, possui mestrado em Ciência Animal e Pastagens pela Universidade de São Paulo/Esalq, atua no mercado como Pecuarista e Consultor de Indústrias de Nutrição Animal e Confinamentos.

Scot Consultoria: O senhor poderia comentar um pouco sobre o tema de sua palestra em nosso Encontro?

Fernando Junqueira: O tema é “A Gestão de Custos Operacionais em Confinamento”. É muito interessante pois é algo complexo, já que os custos operacionais estão distribuídos por todas as etapas do processo, desde a originação de gado e insumos, até a administração, passando pela operação propriamente dita e comercialização. É um ponto onde em geral não damos a devida atenção, mas aqui reside uma grande oportunidade de aumento da eficiência e do lucro, do confinamento.

Scot Consultoria: Para uma boa gestão de custos, sabemos da importância de conhecer os indicadores zootécnicos e econômicos dentro da fazenda, qual dica o senhor daria para quem está iniciando um novo projeto?

Fernando Junqueira: Além de conhecer indicadores, zootécnicos e econômicos, que eu diria que seria o último passo, para uma boa gestão de custos operacionais, na base, é importantíssimo que se tenha infraestrutura e equipamentos adequados, procedimentos operacionais padronizados, automação na coleta e processamento das informações.

Uma infraestrutura adequada permite custos operacionais menores, com manutenção, menos perda de tempo e mais eficiência no uso de mão de obra. E isso só é possível com projetos e execução da obra de maneira profissional. É como construir uma indústria, não pode ser feito sem projeto e nem sem engenharia. Equipamentos de qualidade, bem dimensionados, duráveis e com plano de manutenção adequado, também permitem menores custos operacionais.

Depois desta base, as pessoas precisam operar os equipamentos, a infraestrutura e as atividades diárias da maneira mais eficiente possível, e isso se consegue através da criação e implantação de procedimentos operacionais padronizados.

Em terceiro lugar, vem a coleta de dados e processamento destes em informações gerenciais. Quanto mais automatizado, melhor, pois a chegada da informação é sempre mais rápida, precisa, e barata.

Scot Consultoria: Por que é importante o gerenciamento de custo dentro de uma fazenda? Quais são as premissas básicas para uma boa gestão de custos?

Fernando Junqueira: Um confinamento de gado de corte é basicamente uma operação de transformação de boi magro e insumos nutricionais em carcaça, através de uma série de operações rotineiras.

Dentro destas variáveis, o pecuarista não governa os preços de compra de gado, insumos e nem o preço de venda, apesar de poder se proteger com ferramentas de mercado.

Portanto, sobra apenas trabalhar a eficiência de transformação, que é composta de dois fatores, o biológico e o operacional.

A eficiência de transformação biológica é dada pela dieta, aditivos, manejo, genética, etc… Contudo, existem custos nas operações envolvidas no processo e que se forem ineficientes, roubam o lucro gerado lá na transformação biológica. É uma engrenagem que precisa andar em sintonia.

Scot Consultoria: Quais são as ferramentas disponíveis no mercado para gerenciar? Como esses dados ajudam na tomada de decisões do produtor?

Fernando Junqueira: Existem vários consultores e empresas especializados ou com capacidade para elaborar bons projetos e dimensionar equipamentos, além de auxiliar o pecuarista na elaboração e condução dos procedimentos operacionais.

Além disso, é crescente o número de softwares e equipamentos de gestão e automação, que auxiliam na rápida e precisa tomada de decisão.

Scot Consultoria: Na sua opinião, quais os principais gargalos pecuários de corte nacional na atualidade?

Fernando Junqueira: Hoje os maiores gargalos são produtividade e gestão. Infelizmente a maioria ainda está em um nível baixo de uso de tecnologia, que resulta em produtividade muito abaixo do potencial. E um dos motivos é pela falta de gestão, de enxergar que os números não estão adequados, e por isso não aplicam tecnologia para melhorar.

Fonte/ Scot Consultoria



Participe do ECR 2020 Digital e conheça as mais valiosas informações sobre a adoção de tecnologias na recria e no confinamento de bovinos. O Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria acontece de 5 a 7 e 12 a 14 de agosto. INSCREVA-SE AQUI.

Carregando