Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

O desafio de SER aquilo que você é de verdade

Por anteciparmos o que deveria ser de determinada forma e que nos vem de outra, apontamos para o outro aquilo que cabe a nós fazermos

Foto: Reprodução

Estamos cercados de couraças, proteções, medos, orgulho ferido que nos impede de sermos quem somos e de agirmos transmitindo os sentimentos genuínos do coração.

Durante o dia, em vários instantes, nos afastamos da nossa essência, da nossa ternura, do desejo genuíno e sincero de querer bem ao próximo.

Isso acontece, em algumas situações, por transferirmos culpa aos outros ao criarmos expectativas maiores do que a capacidade que o outro tem de atender.

Você já deve ter ouvido falar que “o tamanho da expectativa é proporcional ao tamanho da frustração”.

Por anteciparmos o que deveria ser de determinada forma e que nos vem de outra, apontamos para o outro aquilo que cabe a nós fazermos.

Esvaziar as exigências internas e externas é um passo assertivo para a harmonização. Sair da zona de conforto exige renunciar, desapegar, soltar algo no qual você se sente seguro e te libertar para viver novas experiências, criar memórias, ser responsável por sua vida e escolhas.

Às vezes, optamos por permanecer em zona de conforto para não passar pelo desconforto natural do novo. Mas, até optar por não sair do lugar exige de você a responsabilidade de bloquear sua energia vital e viver apenas operando no ego ferido e nas memórias pré-programadas.

Assuma a sua vida, você é livre para amar e ser amado; permita-se.

Patrícia Rabêlo Bogéa de Matos
Fisioterapeuta
Esp. Microfisioterapia, Leitura Biológica, Terapia Manual, Terapia Crânio Sacral e Psych-k

Carregando