Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Centro de Referência irá atender imigrantes e refugiados em São Luís

Serviço será ofertado em parceria com o Centro de Cultura Negra do Maranhão, e vai prestar ajuda humanitária

Centro de Referência irá atender Imigrantes e Refugiados (Foto: Evandro Filho)

Foi inaugurado, na manhã desta quarta-feira (5), o Centro de Referência para Atendimento de Imigrantes e Refugiados em São Luís. Localizado na Rua Raimundo Corrêa, nº 46, no bairro do Monte Castelo, o espaço tem o objetivo de tornar ainda mais eficiente a ajuda humanitária prestada a essas pessoas que chegam à capital. Para respeitar as regras sanitárias, a entrega não contou com a presença de convidados externos.

O Centro de Referência é uma iniciativa da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), em parceria com a Organização da Sociedade Civil (OSC) Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN-MA).

Com a chegada dos recursos federais, a Semcas buscou uma instituição com experiência nesse tipo de atendimento e, assim, assinou um Termo de Colaboração com o Centro de Cultura Negra (CCN), para execução da prestação de serviços. O Centro de Referência para Atendimento de Imigrantes e Refugiados em São Luís tem capacidade para atender cerca de 200 imigrantes e refugiados que chegarem à cidade.

Uma equipe técnica  multidisciplinar formada por profissionais de serviço social, psicologia, direito, letras (tradutores), e ainda antropólogos e educadores sociais passam a fazer o atendimento dessa população. O trabalho consiste em realizar abordagens nos logradouros públicos onde eles forem encontrados e, a partir de um processo de sensibilização, encaminhá-los para o Centro de Referência.

No espaço será executada a escuta qualificada, levantamento e identificação das necessidades de cada um para a inserção nos serviços socioassistenciais e encaminhamentos a outras políticas públicas, sejam elas municipais, estaduais, federais ou ainda de organismos internacionais.

Devido à crise humanitária na Venezuela, a vinda do povo venezuelano para o Brasil passou a ser uma realidade que impactou diversas cidades brasileiras, principalmente, as fronteiriças. Com a pressão nesses locais, os venezuelanos começaram a chegar em todos os estados brasileiros. O primeiro grupo com 45 pessoas chegou a São Luís em abril do ano passado.

De acordo com a Prefeitura de São Luís, uma das principais preocupações é a presença de crianças nas ruas e semáforos sendo utilizados para mendicância, em desacordo com a legislação brasileira. Dessa forma, diversas frentes de trabalhos foram desenvolvidas para identificação, inserção nos programas sociais, esclarecimento sobre a legislação brasileira, acolhimento, entre outras. Por se tratar de grupos essencialmente nômades, entre a chegada e saída, São Luís chegou a ter cerca de mais de 200 imigrantes venezuelanos na região metropolitana durante esse período.

Carregando