Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Réu por homicídio em Santa Inês é condenado a 18 anos de prisão

O crime ocorreu em fevereiro de 2017, durante uma festa de carnaval na cidade

Julgamento no Fórum de Santa Inês (Foto: Divulgação)

A 4ª Vara de Santa Inês realizou o júri popular dos réus Talisson Silva Santos, Paulo Henrique Alves e Wanderson Rocha dos Santos, acusados de homicídio e tentativa de homicídio no município de Santa Inês. O crime ocorreu no mês de fevereiro de 2017.

Narra a denúncia que, no dia 26 de fevereiro de 2017, os acusados acima citados, acompanhados de Itamar Sousa e Danrley dos Santos, durante uma festa de carnaval na praça central de Santa Inês, desentenderam-se com outro grupo, iniciando uma confusão. O outro grupo de jovens conseguiu fugir. A vítima Michael Douglas da Silva Amorim, por conhecer um dos jovens que estava sendo perseguido pelo grupo, pediu para “largarem de mão”.

No entanto, ele passou a ser agredido pelos acusados, momento em que caiu, recebendo chutes e socos. Um dos rapazes do grupo alvejou Michael Douglas com um tiro e, ainda assim, as agressões continuaram, momento em que um dos denunciados aplicou golpes de arma branca em Michael.

A denúncia ainda cita que a outra vítima, José Eduardo Santos, tentou socorrer Michael, ocasião em que foi atingido com uma facada pelas costas, sendo retirado da confusão pela própria mãe.

LEVADO AO HOSPITAL

A denúncia relata, ainda, que enquanto José Eduardo era socorrido, o acusado Talisson desferiu mais tiros em Michael Douglas, mesmo caído e ferido. Ele ainda foi socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O grupo empreendeu fuga, sendo capturado depois pelas diligências policiais. De início, apenas os três acusados citados acima foram pronunciados a júri.

Ao final, o réu Talisson Silva Santos foi condenado pelo homicídio de Michael Douglas, recebendo a pena de 18 anos e 09 meses de reclusão. Ele foi absolvido do crime de tentativa de homicídio tendo como vítima José Eduardo Santos. Os réus Paulo Henrique e Wanderson Rocha foram absolvidos do crime de tentativa de homicídio praticado contra Paulo Henrique. Sobre a vítima Michael Douglas, como a autoria do homicídio foi atribuída a Talisson Silva, os outros quesitos foram prejudicados. Daí, a sentença serve como alvará de soltura aos réus Paulo e Wanderson.

Carregando