Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Iema Integral Bilíngue inicia ano letivo com atividades remotas em São Luís

Toda semana são disponibilizadas, por meio de uma plataforma digital, videoaulas gravadas pelos próprios professores da unidade.

Iema Integral Bilíngue inicia ano letivo com atividades remotas(Foto: Divulgação)

Nesta semana, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), iniciou a entrega dos kits com material didático para início das atividades remotas do Iema Integral Bilíngue, localizado no bairro do Bequimão – em São Luís.

A gestora Geral do Iema Bilíngue, Ingrid Costa, explica que a expectativa de toda a comunidade escolar para as aulas é grande, porém a pandemia do novo coronavírus adiou o início das aulas presenciais na escola e a adoção de atividades remotas foi a forma encontrada para que estudantes e pais tivessem acesso aos conteúdos, e, assim, o ano letivo fosse iniciado.

Para tanto, toda semana são disponibilizadas, por meio de uma plataforma digital, videoaulas gravadas pelos próprios professores da unidade, com o conteúdo que será estudado pelos estudantes durante uma semana. Em conjunto a isso, os pais – toda segunda-feira, comparecem à escola e recebem os kits didáticos com os conteúdos impressos e instrumentos que devem ser utilizados para a resolução dessas atividades.

“Eles [os pais] vêm aqui pegam essas atividades e o material que será utilizado para que esses estudantes as façam. Na semana seguinte, eles entregam essas atividades e recebem outras, o material de acordo com o que foi repassado, e, assim por diante. O material que é disponibilizado no kit é sempre de acordo com o que é repassado nas atividades impressas e os vídeos que são gravados pelos professores”, disse a gestora.

O governo informou que, neste primeiro kit, foi entregue aos estudantes, além das atividades impressas: cadernos de caligrafia e desenho, lápis, apontador, cola branca, lápis de cor, tesoura, agenda e borracha.

Ingrid Costa revela também que, toda uma atmosfera foi montada dentro das salas de aulas para a gravação das videoaulas, tudo para que elas fiquem ainda mais atrativas e dinâmicas para os pequenos estudantes.

“Montamos todo um cenário para que as aulas sejam o mais atrativas e divertidas possível para nossos estudantes. Os professores ficam sentados no chão, tem os nichos atrás onde nós colocamos bichinhos de pelúcia além dos materiais que dão suporte ao repasse dos conteúdos”, afirmou ela.

“Nosso outro diferencial é a entrega de um chip de dados com acesso à internet. Antes da disponibilização das aulas fizemos uma pesquisa onde detectamos as famílias que não tinham acesso à internet. Visto isso, o Governo do Maranhão doou os chips de dados, para que, os pais e responsáveis que não têm esse acesso, possam assistir às videoaulas e não perder o conteúdo ministrado pelos professores”, complementou Ingrid.

Carregando