Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Hospital alugado para tratar pacientes com a Covid-19 em São Luís será efetivado na rede de saúde estadual após a pandemia

Localizado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, o HCI foi alugado em abril deste ano no auge da pandemia

HCI vai se tornar o Hospital Humberto Coutinho (Foto: Divulgação)

A rede pública de saúde do Maranhão vai dispor de uma nova e unidade de saúde dedicada a cirurgias, segundo informou o governo do estado. Trata-se do Hospital Humberto Coutinho, que vai ser instalado onde hoje funciona o Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), primeira unidade exclusiva para assistência a pacientes com o novo coronavírus. 

Localizado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, em São Luís, o HCI foi alugado em abril deste ano no auge da pandemia. Até então ele era um hospital privado que estava com a maior parte dos seus serviços desativados desde 2018. Em poucos meses de funcionamento como equipamento da rede estadual de saúde, o HCI se tornou referência no tratamento de pacientes com sintomas graves da Covid-19.

De acordo com o governador Flávio Dino, a criação do Hospital Humberto Coutinho integra as ações do Plano Emergencial de Empregos (PEE) Celso Furtado, pacote econômico que destina R$ 558 milhões para aquecer a economia maranhense, gerando emprego e renda aos maranhenses entre os meses de agosto e dezembro de 2020.

Geração de empregos

A obra de adequação do Hospital Humberto Coutinho se enquadra no conjunto de ações do PEE Celso Furtado voltadas para a Saúde, setor que vai receber R$ 31 milhões do Tesouro Estadual para a construção de obras como policlínicas em Presidente Dutra, Santa Inês e Açailândia, bem como o início das obras do Socorrão de Imperatriz.

Segundo o PEE Celso Furtado, as empresas que executarem as obras estaduais como a do Hospital Humberto Coutinho ficarão responsáveis por oferecer as vagas de empregos.

Com os investimentos e as compras feitas pelo governo estadual via PEE, a projeção é que o volume de empregos gerados até o final do ano se mantenha no mesmo patamar alcançado entre agosto e dezembro de 2019, que foi de 62.927 admissões, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

“A meta é fazer com que, apesar da recessão brasileira, das dificuldades econômicas que o Brasil atravessa, nós passemos, no Maranhão, a manter uma grande conquista, que é o chamado Caged positivo”, disse o governador sobre o PEE Celso Furtado.

HCI

Gerenciado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), o HCI conta com 51 leitos de UTI e 58 de enfermaria. No total, 559 profissionais atuaram na linha de frente no combate do novo coronavírus na unidade.

Carregando