Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

PF deflagra operação para investigar aquisição de arma de fogo com documento falsificado

O investigado é condenado em primeira instância na Justiça do Maranhão pelo crime de tráfico de drogas

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira a Operação "Integração" (Foto: Divulgação PF)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 09, a Operação “Integração”, que investiga a falsificação de documentos em processo de aquisição de arma de fogo. Foi dado cumprimento a sete mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1a. Vara da Seção Judiciária Federal em Teresina.

Segundo o inquérito policial, o investigado inseriu declaração falsa em documento público, falsificou documentos e os utilizou para instruir processo de aquisição de arma de fogo protocolado na Polícia Federal em Teresina.

Os documentos e as declarações falsas tinham como propósito ocultar a real condição do requerente, condenado em primeira instância na Justiça Estadual do Maranhão pelo crime de tráfico de drogas. Tal registro impede a aquisição de armas de fogo pela via lícita, conforme os requisitos previstos na Lei no. 10.826/03.

Em Teresina, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão em uma empresa localizada na zona sul. Já em Timon, seis residências foram alvos dos mandados.

A ação policial contou com a parceria da Polícia Civil do Estado do Piauí, Polícia Civil do Estado do Maranhão e Ministério Público do Estado do Maranhão. Participam da operação 60 policiais e dois membros do Ministério Público.

O nome da operação faz referência ao trabalho conjunto entre as instituições envolvidas na ação policial.

Carregando