Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Os 10 empregos mais procurados do Brasil, segundo o LinkedIn

Entre os requisitos clássicos de vagas que aparecem no topo, o destaque fica com a Ciência de Dados

Foto: Reprodução

Segundo levantamento realizado pela LinkedIn, rede social voltada para o mercado de trabalho, nos meses de junho e julho, mostrou quais empregos mais procurados no Brasil.

Segundo os registros, as profissões nas áreas de tecnologia ficaram entre as mais procuradas. A demanda, que já era alta antes da pandemia, aumentou bastante e a busca por desenvolvedores, engenheiros e especialistas de TI continuaram durante a crise.

Startups e empresas de consultoria de tecnologia continuam abrindo vagas, aproveitando a facilidade de manter as entregas e produtividade desse tipo de serviço para contratar pessoas sem se limitar a localização.

A busca por engenheiros ou engenheiras de software foi a que mais cresceu no mês a mês analisado, com 627 vagas abertas no LinkedIn. Logo depois aparece o cargo de consultor de negócios, o único fora das carreiras de tecnologia e que cresceu quase duas vezes entre junho e julho.

Com o trabalho se tornando mais remoto e digital, uma grande tendência para a área de recrutamento é a busca por oportunidades e talentos internacionais.

A LinkedIn também fez um levantamento das habilidades mais buscadas pelas empresas, o que vale muito para as novas vagas abrindo agora no país e para as oportunidades pelo mundo. Elas são:

Comunicação
Gestão de negócios
Resolução de problemas
Ciências de Dados
Gestão de tecnologias de armazenamento de dados
Suporte técnico
Liderança
Gerenciamento de Projetos
Aprendizado online
Aprendizagem e desenvolvimento de funcionários

Entre os requisitos clássicos de vagas que aparecem no topo, o destaque fica com a Ciência de Dados, uma das áreas de tecnologia que despontam dentro das empresas de reinventando.

Confira os empregos mais procurados do momento e as vagas abertas entre junho e julho:

  1. Engenheiro de Software
    – Cresceu 3.4 vezes em julho relação ao mês de junho
    – 627 vagas abertas no LinkedIn
  2. Consultor de negócios
    – Cresceu 1.8 vezes em relação ao mês passado
    – 360 vagas abertas no LinkedIn
  3. Arquiteto de Software
    – Cresceu 1,5 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 326 vagas abertas no LinkedIn
  4. Engenheiro de Software Java
    – Cresceu 1,3 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 254 vagas abertas no LinkedIn
  5. Analista de Software
    – Cresceu 12,5 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 250 vagas abertas no LinkedIn
  6. Desenvolvedor .NET (também conhecido como desenvolvedor dotNET)
    – Cresceu 1,8 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 226 vagas abertas no LinkedIn
  7. Desenvolvedor Front End (área de interação de um sistema com o usuário)
    – Cresceu 1,7 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 201 vagas abertas no LinkedIn
  8. Especialista em Software
    – Cresceu 5,4 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 184 vagas abertas no LinkedIn
  9. Desenvolvedor Javascript
    – Cresceu 1,9 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 175 vagas abertas no LinkedIn
  10. Engenheiro mobile (com foco em aplicativos ou sistemas para dispositivos móveis/ celulares)
    – Cresceu 2 vezes em julho em relação ao mês de junho
    – 127 vagas abertas no LinkedIn
Carregando