Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Policial militar que foi baleado ao impedir assalto na Cidade Operária morre no hospital

Soldado foi atingido no abdômen e nas pernas durante a troca de tiros com dois elementos em uma moto

Rozinaldo faleceu após complicações cirúrgicas (Foto: Divulgação)

Internado desde o último dia 11 de agosto, após impedir um assalto na Cidade Operária e ser baleado ao trocar tiros com dois indivíduos, o soldado da Polícia Militar Rozinaldo Alves dos Santos Filho faleceu nesse domingo, em São Luís.

Rozinaldo estava hospitalizado em estado grave no Hospitaldo do Servidor, precisando, inclusive de transfusão de sangue. Familiares e amigos chegaram a divulgar uma campanha por doação, durante vários dias nas redes sociais, mas ele morreu após complicações cirúrgicas.

O soldado era lotado no 6º BPM, mas exercia suas funções no 13º BPM. O CPAM emitiu nota lamentando a morte de Rozinaldo Alves, destacando se tratar de “um policial dedicado, cumpridor de suas missões, tendo honrado a farda na nobre missão de manter a ordem e a segurança da sociedade”.

O caso

O PM Rozinaldo foi baleado ao tentar impedir um assalto em uma parada de ônibus, na Cidade Operária, em São Luís, no dia 11 de agosto. O soldado trocou tiros com dois elementos em uma moto e acabou sendo atingido por três disparos.

A vítima do assalto seria um casal, que aguardava a condução nas primeiras horas da manhã, e foi surpreendido pelos assaltantes. O PM ainda chegou a atingir um dos indivíduos, mas eles conseguiram fugir.

Uma viatura da PM foi acionada e se dirigiu até o local para prestar socorro à vítima, que foi atingida com tiros no abdômen e nas pernas. Rosinaldo foi levado para o Socorrão II e posteriormente transferido para o Hospital do Servidor, onde faleceu nesse domingo.

Os elementos envolvidos no tiroteio que resultou na morte do PM ainda não foram identificados.

Carregando