Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Integrante de facção criminosa morre após trocar tiros com a polícia em Bacabeira

Durante a operação, duas mulheres foram presas em flagrante com drogas, armas e munições.

“LP do Trem” trocou tiros com os policiais, foi baleado e não resistiu aos ferimentos (Foto: Divulgação)

Um membro de uma facção criminosa, identificado como Paulo dos Santos de Jesus, o “LP do Trem”, morreu em confronto com a polícia, nnessa quarta-feira,7, durante uma operação na cidade de Bacabeira. Duas mulheres também foram presas em flagrante com drogas, armas e munições.

De acordo com informações do delegado Edinaldo Santos, o objetivo da operação foi dar continuidade às ações de combate a faccionados que estavam agindo no município. Os três alvos seriam “LP do Trem” e mais dois suspeitos, identificados como “Nikito” e “Frango do Trem”.

“Eles são da Vila Samara, em São Luís. Estavam aqui há alguns dias cometendo crimes de tráfico de drogas, portando arma de fogo e tentando cometer homicídios. Inclusive, identificamos uma possível vítima que seria executada por eles”, pontuou o delegado.

Conforme o delegado, policiais do Serviço de Inteligência da Polícia Militar, de São Luís e de Rosário, além de investigadores da Polícia Civil, estiveram em uma residência, em Peri de Baixo, onde o trio estaria escondido. Na ocasião, apenas “LP do Trem” foi localizado. Ele reagiu à abordagem policial, trocou tiros com os policiais, acabou atingido no confronto e não resistiu.

No local, Joana Batista Serra Costa que, de acordo com a polícia, seria mulher de outro faccionado, foi presa em flagrante. Foram encontradas, ainda, vasta quantidade de drogas, entre maconha, crack e cocaína; uma arma calibre 38, munições e dinheiro. Os entorpecentes estavam no quintal da casa e foram retirados por ela do esconderijo.

Em outro imóvel, já em Peri de Cima, a polícia prendeu Nayara Regina Azevedo Pinheiro, mais conhecida como “Leleca”. Ela estava de posse de uma arma calibre 32 e grande quantidade de maconha, escondidos em um coqueiro. Contra a presa, também havia um mandado de prisão preventiva em aberto.

Carregando