Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Região dos Lençóis Maranhenses ganha hortos terapêuticos

O Programa é tema de pesquisa para publicação no Acre e servirá como base para implantação de um projeto similar no estado.

Hortos serão cuidados por idosos e funcionários do hospital (Foto: Divulgação)

Iniciativa do Governo do Maranhão levou mais dois hortos terapêuticos para a região dos Lençóis Maranhenses. A entrega faz parte das ações do Programa Farmácia Viva Hortos Terapêuticos, que estimula o uso terapêutico de plantas medicinais.

O primeiro a ser entregue foi o Horto do Farmácia Viva do município de Santo Amaro, montado no prédio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) que ficará sob responsabilidade do próprio município. A segunda entrega foi realizada no Hospital Regional de Barreirinhas. O horto ficará sob responsabilidade da unidade.

O superintendente de Atenção Primária de SES, Márcio Menezes, destaca o sucesso do Programa Farmácia Viva na região dos Lençóis Maranhenses. “Algumas cidades dessa região já tem implantado o Farmácia Viva, uma delas é a cidade de Barreirinhas. E hoje, entregamos mais dois hortos na região. Um no Hospital Regional de Barreirinhas, que é de gestão estadual, e resolveu se engajar ao movimento, se tornando o primeiro hospital do estado a ter um Horto de Farmácia Viva. Nossa outra entrega foi no município de Santo Amaro; em ambos os locais realizamos, na semana passada, um treinamento para a correta utilização dos hortos”, afirma o superintendente.

Segundo a coordenadora do Programa Farmácia Viva, Kallyne Bezerra, essa é a segunda etapa do projeto nesses locais. A terceira e última etapa será parte prática que será realizada ainda este mês nos dois locais. “O público daqui é diferenciado; os hortos serão cuidados por idosos e funcionários do hospital. A parte prática será o passo a passo de como fazer xaropes, pomadas, enfim, tudo dentro das boas práticas”, ressalta Kallyne Bezerra.

Reconhecimento

O Programa Farmácia Viva Hortos Terapêuticos é tema de pesquisa para publicação no Acre e servirá como base para implantação de um projeto similar no estado. O professor e pesquisador da Universidade Federal do Acre (UFA), Dayan de Araújo Marques, está no Maranhão para conhecer o Programa, vivenciar na prática o seu funcionamento e replicar esse modelo no estado do Acre.

Serão duas semanas de imersão para a produção de um vídeo documentário e um artigo científico intitulado “Relato da Vivência do Projeto Farmácia Viva do Maranhão”, que será apresentado para a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e reitoria da Universidade Federal do Acre (UFA) para a implantação do projeto Remédio Vivo, que funcionará de forma similar à Farmácia Viva, mas ainda necessita de aprendizado e qualificação.

O pesquisador também acompanhou as entregas em Barreirinhas e Santo Amaro. Visitará ainda o município de Pastos Bons e hortos localizados na Região Metropolitana de São Luís, além de acompanhar as qualificações realizadas pela coordenação do Programa Farmácia Viva Hortos Terapêuticos durante esse período.

Carregando