Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Escola Favela do Samba completa 70 anos

Agremiação vai realizar atividade recreativa contida e a realização de um programa especial a ser veiculado nas redes sociais

(Foto: Divulgação)

A Sociedade Recreativa Favela do Samba comemora neste mês de outubro 70 anos de existência (26) com atividade recreativa contida e a realização de um programa especial a ser veiculado nas redes sociais. Tudo acontecerá de forma contida, obedecendo aos protocolos das autoridades de saúde em função da pandemia do coronavírus.

Segundo informações da diretoria da Favela do Samba a ação maior alcance público será o Programa “Do Nosso Jeito”, projeto coordenado pela Professora Roselis Barbosa Câmara, a ser veiculado na quinta feira, 29 de outubro, às 20 horas. Esse programa é promovido pela Diretoria de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do Maranhão e poderá ser visto em todas as plataformas digitais daquela Instituição de Ensino Superior.

O Roteiro fará referencia ao histórico da Sociedade Recreativa Favela do Sambam incluindo as grandes conquistas dessa agremiação carnavalesca e mensagens dos diretores, praticantes e apreciadores da referida escola que tem uma história de sucesso e conquistas no campo cultural ludovicense, especialmente nas temporadas carnavalescas.

Participam do referido programa personagens importantes da história da Favela, entre elas Mestre Júlio (Mestre de Bateria), o carnavalesco Júlio Matos (que esteve em 18 campeonatos conquistado pela escola), Renato Dionísio, Jeisa Moraes, Dr. Antonio Monteiro, Rogerio Avelar e João Moraes (Ex-Presidentes da Escola), Ivan Coracinha (interprete), Remy Andrade (carnavalesco de adereço), Pedro Padilha (carnavalesco de fantasias de destaques e autor de vários enredos), Júlio Braga (compositor), Nilsomar Bezerra (Mestre Sala), entre outros integrantes da nação favelense.

De acordo com o Professor Euclides Moreira Neto, atual Presidente da Favela do Samba, as comemorações serão restritivas em função da pandemia, mas tudo feito com muita responsabilidade para não se expor os integrantes a esse vírus perigoso que ainda está a atuar no nosso meio social. Além disso, queremos iniciar uma série de atividades que resgate a memória histórica e afetiva da Favela do Samba como os desenvolvimentos dos Projetos “Favela Itinerante – Resgate Musical” e um roteiro chamado “Cantos e Batuques Favelense – 70 anos de tradição”.

FAVELA DO SAMBA – HISTÓRICO

Fundada em 26 de outubro de 1950, possui como símbolo a lira, que foi idealizado pelo Senhor Arcelino e é usado até hoje pela escola. Suas cores são azul, amarelo e branco. Conquistou (19) dezenove títulos, sendo o primeiro em 1977 e o último em 2019. Em 2011 foi hexacampeã consecutivamente. Em 1984 não desfilou, porém trouxe Neguinho da Beija-flor para gravar o samba-enredo “Êta mulher paidégua”. No carnaval de 2012, alcançou o heptacampeonato consecutivo igualando-se à Portela do Rio de Janeiro.

CLASSIFICAÇÃO DA ESCOLA NO CARNAVAL DE PASSARELA

. 1977 Campeã – No Reino dos Orixás

. 1992 Campeã – Me Engana que eu Gosto

. 1993 Bicampeã – De Ourique á Praça Deodoro que é do Povo

. 1997 – Campeã – Cores e Sons, Deste Mundo Tropical

. 1998 – Campeã – A Esperança que Balança, mas não cai

. 1999 – Campeã – Carnaval de “A “Z” (tributo ao radialista José Raimundo Rodrigues)

. 2000 – Campeã – Do Guajá a Internet: Uma Odisseia na Passarela

. 2001 – Vice-campeã – Terapia natural da alegria, ou de cabacinha em cabacinha eu sou mais Terezinha

. 2002 – Vice-campeã – Saraminda

. 2003 – Campeã – Sousândrade – Guesa Errante

. 2004 – Vice-campeã – Rebeldias na Ilha

. 2005 – Vice-campeã – Sabores picantes

. 2006 – Campeã – Axé da Favela no Reino de Mãe África

. 2007 – Campeã – Baladas de Alegria nas Imboladas de Zeca Baleiro

. 2008 -Campeã – O Homem e o Mar… Navegar é Preciso

. 2009 Campeã – Sob os efeitos da lua

. 2010 Campeã – A Favela se fez Bandeira no Planeta de César Teixeira

. 2011 – Campeã – O Boi é festa

. 2012 – Campeã – São Luís, a menina dos olhos do mundo.

. 2013 – não teve concurso de passarela ( primeiro ano da administração de Edivaldo Holanda Jr )

. 2014 – 3 lugar – Abram as Cortinas Favela o Espetáculo é você

. 2015 – Campeã – Da energia da vida a energia do carnaval através dos quatro elementos na natureza. A favela é pura energia

. 2016 – 3 lugar – Se não chover? …Se a fonte do Rio não brotar? … E se o Mar secar? … O que de nós será?

. 2017 – Campeã – “União… São Luís… Artur Azevedo… um templo do povo… O templo do carnaval”.

. 2018 – 3° lugar – Visões da coluna Prestes, nas trilhas do sul do Maranhão uma coluna vertebrada de ossos feitos de sonhos e esperança

. 2019 – Campeã – Sob um Brilho de um Cometa chamado “Jesiel”

. 2020 – 4º lugar – A Rua Grande uma metamorfose urbana

Carregando