Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Quem são os maranhenses homenageados na Praça dos Poetas em São Luís

Após anos abandonado, o espaço fica localizado na esquina da Avenida Pedro II com a Rua Newton Prado (conhecida como Montanha Russa)

Recém-inaugurada, a Praça dos Poetas, localizada na esquina da Avenida Pedro II com a rua Newton Prado (conhecida também como Montanha Russa), no centro de São Luís, já foi, entre os séculos 19 e meados do século 21, um local que abrigou um pavimento colonial, próximo à antiga casa de Ana Jansen, figura memorável na história do Maranhão.

Após o pavimento ser demolido, o local foi ocupado por um ateliê e alguns restaurantes. Porém, com o passar dos anos, o espaço acabou ficando abandonado.

Após uma ampla reforma, a Praça, que possui  1.130 m², passou a abrigar um espaço para homenagear os poetas maranhenses, além de oferecer aos visitantes uma deslumbrante vista da baía de São Marcos.

Confira quem são os poetas homenageados no mais novo cartão postal de São Luís

Ferreira Gullar

Livro de Ferreira Gullar escrito durante exílio é relançado
Um dos mais importantes nomes da literatura brasileira, José Ribamar Ferreira nasceu em 10 de setembro de 1930, em São Luís. Além de poeta, foi crítico de arte, tradutor e ensaísta. Iniciou sua produção literária no ano de 1940. O seu primeiro livro se chama Um pouco acima do chão, publicado em 1949. Morreu em quatro de dezembro de 2016, aos 86 anos, no Rio de Janeiro.

Catulo da Paixão Cearense

Catulo da Paixão Cearense tem parte do cancioneiro resgatado
Conhecido como o Poeta do Sertão e considerado um dos maiores compositores da história da canção popular brasileira, nasceu a 8 de outubro de 1863, em São Luís. Entre suas obras estão Um Caboclo Brasileiro (1900), Poemas Bravios (1925) e Um Boêmio no Céu (1938). Morreu em 10 de maio de 1946, aos 82 anos, no Rio de Janeiro.

Nauro Machado

A poesia viva de Nauro Machado | O Imparcial
Nauro Diniz Machado nasceu em 2 de agosto de 1935, em São Luís. É um dos poetas brasileiros mais importantes de todos os tempos. Com
diversos prêmios, tinha 37 livros publicados, e alguns dos seus poemas foram traduzidos para outros idiomas. O lançamento da sua última obra ocorreu em novembro de 2014, com a inspiração do seu estado de saúde, foi nomeada como o Esôfago Terminal. Morreu em 28 de novembro de 2015, aos 80 anos, na sua cidade natal.

Sousândrade

Sousândrade - ACADEMIA MARANHENSE DE LETRAS
Joaquim de Sousa Andrade, mais conhecido por Sousândrade, nasceu em Guimarães, interior do Maranhão, em 9 de julho de 1833. Era um
escritor e poeta brasileiro. O Harpas Selvagens (1857) foi o seu primeiro livro de poesia. A sua obra mais famosa é O Guesa ou Guesa Errante.
Morreu pobre, em 21 de abril de 1902, aos 69 anos, na cidade de São Luís, sempre querido por seus alunos do Liceu Maranhense, e, antes, para celebrar a Proclamação da República, distribuiu suas terras de Codó e Cururupu aos escravos já libertados.

Bandeira Tribuzzi

Bandeira Tribuzi: 90 anos
José Tribuzi Pinheiro Gomes nasceu dois de fevereiro de 1927, em São Luís. Foi um grande poeta brasileiro. Em 1948 iniciou o Modernismo no Maranhão, com a publicação do livro de poesia Alguma Existência. Compositor da canção Louvação a São Luís, que se tornou o hino oficial da cidade. Em sua homenagem existe o Memorial Bandeira Tribuzi, próximo ao Espigão Costeiro e a Ponte Bandeira Tribuzi. Em 8 de setembro de 1977, dia do aniversario da cidade de São Luís, data em que o poeta faleceu aos 50 anos.

José Chagas


José Francisco das Chagas, o único dos 10 escritores que não nasceu no Maranhão. Seu nascimento foi 29 de outubro 1924, em Santana dos
Garrotes, Paraíba. Tornou-se um poeta maranhense por sua identidade com São Luís. Membro da Academia Maranhense de Letras em 13 de
outubro de 1974, tomando posse em 03 de abril de 1975, ocupando a cadeira nº 28. Morreu em 13 de maio de 2014, aos 89 anos, na cidade de
São Luís.

Gonçalves Dias

Gonçalves Dias, o poeta nacional | Estante Virtual Blog
Antônio Gonçalves Dias nasceu 10 de agosto de 1823, em Caxias, no Maranhão. Além de escritor, atuou como advogado, jornalista, etnógrafo e teatrólogo. Criou um dos maiores poemas brasileiros, a famosa a Canção do Exílio (1847), que lhe trouxe o título de poeta nacional do Brasil. Morreu em 3 de novembro de 1864, aos 41 anos, em Guimarães.

Maria Firmina

No Maranhão, homenagem à escritora Maria Firmina dos Reis - YouTube
Considerada a primeira romancista brasileira, a escritora Maria Firmina dos Reis nasceu 11 de março de 1822, em São Luís. Entre suas obras estão A escrava (1887); Cantos à beira-mar (1871) e Hino da libertação dos escravos (1888). Com o passar do tempo, tornou-se pobre e cega, falecendo onze de novembro de 1917, aos 95 anos, em Guimarães.

Dagmar Destêrro

Palavras de Ateop: Corrida - Dagmar Desterro
Nasceu nove de setembro de 1925, em São Luís. Poetisa e membro da Academia Maranhense de Letras, onde ocupou a vice-presidência. Entre suas obras estão Segredos Dispersos (1957); Parábola do Sonho Quase Vida (1973) e Canto ao Entardecer (1985). Morreu em 6 de agosto de 2004, aos 79 anos, na sua cidade natal.

Lucy Teixeira

LUCY TEIXEIRA – POESIA DOS BRASIS –MARANHÃO - www.antoniomiranda.com.br
Nasceu em Caxias, interior do Maranhão, no dia 11 de julho de 1922. Foi uma poetisa, romancista e contista. A quinta mulher a ocupar uma das cadeiras da Academia Maranhense de Letras. Entre suas obras estão Elegia Fundamental (1962); Primeiro Palimpsesto (1978) e Destino Provisório. Morreu em 8 de julho de 2007, aos 84 anos, na capital do Maranhão.

 

 

 

Carregando