Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

INCA prevê 840 casos de câncer de mama no Maranhão

Descobrir a doença logo no início aumenta as chances de cura e permite um tratamento menos agressivo

(Foto: Divulgação)

Durante todo este mês, o assunto é um só, o câncer de mama. O foco, claro, são os comportamentos preventivos: consultas periódicas, auto exame, mamografia e hábitos saudáveis de vida (alimentação e atividades físicas). A meta aqui é prevenir e, quando não há escolha, assegurar o diagnóstico precoce, que eleva as chances de cura para mais de 90%.

Mas precisamos falar sobre números e estatísticas para mostrar o quanto ainda é necessário batalhar contra essa doença:

– No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo mais incidente entre as mulheres, perdendo apenas para o de pele não-melanoma;

– Ainda no Brasil, o INCA prevê 66.280 novos casos entre os anos de 2020 e 2022;

– Sobre a letalidade do câncer de mama, é a mais alta entre os outros tipos de câncer nas mulheres: 16,5% (Brasil);

– A estimativa do INCA é de 17.763 mortes por causa do câncer de mama esse ano (17.572 mulheres e 189 homens)

– O maior percentual de mortes por câncer de mama entre as mulheres é depois dos 70 anos

– A taxa de mortalidade no Norte e Nordeste é de 14 a cada 100 mil; no Sul e Sudeste, a taxa é de 6,6

– No Maranhão, a previsão do INCA é de 840 casos somente para 2020.

Mais chances, menos desconforto

O diagnóstico precoce – para tumores com tamanho inferior a 1 cm – permitem chances de cura que podem chegar até a 98%. Além de permitir um tratamento menos agressivo e cirurgias menos mutiladoras.

O que é a Mamografia?

A mamografia é um exame de raio-x realizado por um aparelho chamado mamógrafo. A mama da paciente é comprimida entre duas placas de acrílico, permitindo uma visualização minuciosa das estruturas da mama.

 

Carregando