Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Neto Evangelista assume compromisso com Escola de Cegos

Neto anunciou também que, caso seja eleito, celebrará um convênio entre a Prefeitura e a Escola de Cegos

Foto: Reprodução

Em encontro realizado na Escola de Cegos do Maranhão (Escema), nesta quinta-feira (22), o candidato a prefeito de São Luís, Neto Evangelista (DEM), garantiu, caso seja eleito, a revitalização da quadra de esporte da entidade, além da criação das secretarias de Direitos Humanos e de Manutenção, propostas que já constam no seu plano de governo e que visam a redução das desigualdades e a garantia de direitos.

“Atuaremos de forma participativa e consistente pela redução das desigualdades e acessibilidade nas políticas municipais. Tornaremos a cidade mais acessível e inclusiva, promovendo políticas de mobilidade urbana que permitam ao deficiente circular e acessar os serviços”, garantiu o candidato.

Neto anunciou também que, caso seja eleito, celebrará um convênio entre a Prefeitura e a Escola de Cegos para ajudar na manutenção da entidade, que atualmente depende apenas de doação.

“A escola realiza um trabalho importante tanto no que diz respeito à educação de crianças, jovens e adultos quanto ao esporte, a exemplo do time de futebol de cegos que está na primeira divisão do campeonato brasileiro de futebol. Portanto tenham certeza que irei contribuir cada vez mais com a inclusão”, afirmou.

Como deputado, Neto sempre teve uma atuação inclusiva, a exemplo da lei, de sua autoria, que determina a presença de intérpretes de Libras em eventos públicos no Maranhão. O Plano de Governo do candidato do Democratas possui ainda várias metas voltadas para a proteção das pessoas com deficiência.

Entre elas estão a elaboração da Política Municipal de Inclusão da Pessoa com Deficiência, considerando-se as especificidades previstas pela Convenção da ONU e a legislação nacional; a criação da Coordenação Municipal de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência e a regulamentação do Fundo do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Além disso, Neto pretende realizar, em caráter imediato, levantamento da situação da pessoa com deficiência na pandemia em face aos serviços municipais e criar o Observatório de Políticas Públicas da Pessoa com Deficiência e Patologias, com o objetivo de coletar informações e fazer um banco de dados e indicadores socioeconômicos desta população.

Carregando