Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Vícios e Padrões

Um hábito comum, que carregamos da história de vida dos pais, é a percepção distorcida que a vida é dura

Foto: Reprodução

Ao nascer, recebemos informações por meio de um campo morfogenético e do DNA dos pais, avós, bisavós, tataravós. São informações inatas, que independem da sua vontade e repetimos padrões de hábitos condicionados.

Ter a consciência dos padrões disfuncionais e dos vícios, ajuda a sair dos hábitos nocivos e liberta para uma vida de prosperidade.

Os hábitos nocivos, ao serem identificados, se faz necessário, além da tomada de consciência, a prática diária de atividades que te levará a construção de novos hábitos.

Um hábito comum, que carregamos da história de vida dos pais, é a percepção distorcida que a vida é dura. E, por acreditar desta forma, muitos sentem culpa em descansar, em curtir férias, feriados e um descanso merecido.

Uma das leis do universo é a do pertencimento. Por amor aos nossos pais, queremos pertencer e, de forma inconsciente, seguimos padrões disfuncionais e hábitos nocivos instalados e condicionados.

Fique atento. Respeite a historia e a escolha que cada um fez. Siga os caminhos que levará você a expansão. Caminho da paz, alegria e generosidade.

Patrícia Rabêlo Bogéa de Matos
Fisioterapeuta
Esp. Microfisioterapia, Leitura Biológica, Terapia Manual, Terapia Crânio Sacral e Psych-k

Carregando