Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Empresário é preso por suspeita de arrastar morador de rua até a morte

O corpo da vítima foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, totalmente desfigurado.

Veículo do empresário acusado do crime (Foto: Reprodução)

A polícia prendeu, nesta terça-feira, 27, dois suspeitos de terem amarrado um morador de rua no carro e arrastá-lo até a morte pelo asfalto do centro de São Luís. O caso ocorreu no dia 24 de maio deste ano, e vinha sendo investigado desde então.

O delegado da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), Felipe César, informou que o corpo da vítima foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, totalmente desfigurado em razão do arrastamento.

À época, imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que o morador de rua, identificado como Carlos Alberto Santos, 36 anos, foi abordado no interior de um estabelecimento comercial na rua de Santana, centro, pelo proprietário e por um vigilante. O dono da Hylux, um empresário de São Luís, chega a iniciar uma conversa e até toma um café enquanto a vítima era amarrada.

O empresário ainda é visto passando com o veículo por cima da vítima. A motivação do crime, segundo a polícia, seria alguns roubos cometidos pelo morador de rua contra o estabelecimento do acusado.

A polícia descobriu a identidade do empresário, mas ainda não tinha efetuado a prisão porque ele havia fugido para São Paulo, e retornou recentemente, sendo, então, preso pela polícia, assim como o vigilante do restaurante, que ajudou a amarrar a vítima no veículo.

Carregando