Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Reino Unido decreta quarentena de 4 semanas para conter a covid-19

Pubs, bares e restaurantes terão de fechar novamente a partir do dia 5 de novembro, em meio a um aumento de casos da doença na Europa

Foto: Reprodução

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou neste sábado (31) que o país entrará em uma nova quarentena nacional para conter o aumento dos casos de covid-19 no país,. A medida de lockdown é tomada menos de menos de quatro meses depois da reabertura, em meio a uma segunda onda de casos em diversos países da Europa. Neste sábado, o Reino Unido atingiu a marca de 1 milhão de casos confirmados da doença.

A quarentena terá início na quinta-feira, 5 de novembro, e terá duração de quatro semanas até o dia 2 de dezembro. Restaurantes, bares e pubs deverão permanecer fechados a não ser para realizar entregas. No entanto, escolas e universidades poderão continuar a funcionar.

As pessoas serão orientadas a permanecer em casa sempre que puderem. Mas o governo vai permitir que as pessoas continuem saindo para trabalhar quando o trabalho não puder ser feito em casa, como no caso da construção civil. Também será permitido fazer atividades físicas ao ar livre, sair para fazer compras essenciais, cuidar de familiares ou por razões médicas.

“O vírus está se propagando de uma forma mais rápida do que a capacidade de aumentar os leitos dos hospitais”, disse o primeiro-ministro, em anúncio transmitido pela televisão.

A decisão do Reino Unido ocorre dias depois de outros países europeus, como a Alemanha, a França, a Itália e a Espanha, anunciarem novas medidas de quarentena para conter uma segunda onda de casos no continente.

O Reino Unido tem o maior número oficial de mortes causadas pela covid-19 na Europa e tem registrado mais de 20.000 novos casos de coronavírus por dia. Nesse ritmo, os cientistas alertam que o “pior cenário” de 80.000 mortos pode ser atingido.

(Com informações da agência Reuters)

Carregando