Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

São Luís vai ganhar sistema de sincronização de semáforos em corredores viários

Conhecido como “Onda Verde”, ação consistirá na abertura em sequência dos sinais de trânsito, permitindo maior fluidez ao tráfego.

“Onda Verde” consistirá na abertura em sequência dos semáforos, permitindo que os condutores realizem percursos com mais rapidez (Foto: Maurício Alexandre)

A Prefeitura de São Luís informou que vai implantar, na capital, um novo sistema de sincronismo semafórico, também conhecido como “Onda Verde”. O objetivo é facilitar o tráfego em pontos específicos, bem como evitar congestionamentos ocasionados pelo fluxo intenso de veículos nas vias.

O programa será executado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) e consistirá na abertura em sequência dos semáforos, permitindo que os condutores realizem percursos com mais rapidez, evitando, dessa forma, retenção de trânsito.

A ação começa este mês de novembro e vai contemplar, inicialmente, o Complexo Viário da Forquilha, seguindo por toda a extensão da Avenida Guajajaras, até o cruzamento com a Avenida dos Franceses. Posteriormente, será implantado nos principais corredores viários da capital.

“Com o sincronismo, todas as interseções semaforizadas serão controladas pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da SMTT. Por meio das câmeras instaladas nos principais cruzamentos da capital, o sistema coleta os dados de trânsito relacionados ao fluxo na via e os utiliza para determinar por quanto tempo o sinal deve permanecer fechado. A expectativa é que aquelas avenidas com fluxo mais intenso de veículos permaneçam com o sinal verde aberto por mais tempo”, explicou o secretário de Trânsito e Transportes, Israel Pethros.

Outra vantagem destacada pelo secretário da SMTT se refere às operações técnicas e de manutenção realizadas nos semáforos e que ainda são feitas de forma manual.

Com o novo sistema, o controle será feito pelos técnicos, de forma automática, direto do CCO, através de um servidor instalado da sede do órgão, no Ipase. Desse modo, sempre que for identificado qualquer problema nos sinais, que necessite de reparo ou ajuste, este será realizado de forma imediata do próprio Centro de Controle.

A prefeitura também informou que, em caso de falta de energia em determinada área, o sincronismo semafórico não será afetado, nem o trânsito prejudicado, visto que não haverá perda de planos programados de abertura de semáforos.

Com o controle on-line, haverá um ganho significativo na fluidez do trânsito com os operadores realizando planos de funcionamento adequados ao fluxo e sem interrupção de fatores externos. O sistema implantado funcionará com a mesma tecnologia de transmissão de dados de celular (GSM), também utilizada pelos equipamentos da central de monitoramento da SMTT.

Carregando