Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Confira a entrevista exclusiva de Eduardo Braide ao Jornal Pequeno

Eduardo Braide foi uma das maiores surpresas nas eleições nas capitais brasileiras em 2016

Eduardo Braide firma compromisso com servidores, contratados e terceirizados da Prefeitura de São Luís (Foto: Divulgação)

Na disputa pela Prefeitura de São Luís, em 2016, o então deputado estadual Eduardo Braide foi uma das maiores surpresas nas eleições nas capitais brasileiras.

Quatro dias após o Ibope mostrar que ele tinha 5% das intenções de voto, distante dos líderes Edivaldo Holanda Júnior e Wellington do Curso, Braide conseguiu 21,34% dos votos e foi ao segundo turno.

Na atual fase da campanha, investido no seu primeiro mandato de deputado federal, ele aparece em primeiro lugar em todas as pesquisas de intenção de voto para a sucessão do prefeito Edivaldo (PDT).

Braide agora é candidato pela coligação “Pra Frente São Luís”, formada por cinco partidos: Podemos, PSDB, PSD, PMN e PSC. e, mais recente, o PV.

Nesta entrevista exclusiva ao Jornal Pequeno, Braide fala sobre sua campanha, suas propostas e sobre o atual cenário para a sucessão do prefeito Edivaldo:

Jornal Pequeno – Quais as propostas mais importantes de sua plataforma de campanha?
Eduardo Braide – Nós assumimos uma série de compromissos que visam transformar São Luís em uma cidade de oportunidades. Todos esses compromissos têm a sua importância e vão virar realidade para melhorar a vida das pessoas nas diversas áreas.

Na saúde, com as Clínicas da Família, ampliaremos a cobertura da atenção básica, e faremos parcerias para melhorar o atendimento na rede municipal de saúde. Na área da educação, nossa prioridade é com o programa Escola Nova, reformando as escolas para oferecer condições adequadas para os alunos e profissionais da nossa educação.

Na mobilidade urbana, cobraremos o cumprimento dos contratos com as empresas para dar mais conforto e qualidade aos usuários do transporte coletivo. Por outro lado, vamos aproveitar as belezas e riquezas de São Luís para gerar trabalho e renda em nossa cidade, principalmente nas áreas de cultura e turismo, que precisa acontecer o ano inteiro. Vamos criar a Subprefeitura da Zona Rural para que seus
moradores possam ter a atenção que merecem, e sejam verdadeiramente incluídos no processo de desenvolvimento da nossa cidade.

E por falar em inclusão, a única secretaria que criaremos é a da Pessoa com Deficiência, porque São Luís precisa ser uma cidade inclusiva, uma cidade humana. Enfim, São Luís tem pressa e nós começaremos a trabalhar desde o primeiro dia para melhorar a vida das pessoas.

JP – E sobre as pesquisas divulgadas até agora?
Braide – Em primeiro lugar, agradeço a Deus e a todas as pessoas que confiam em nosso trabalho. Tenho muita gratidão a todos que fizeram de mim o deputado mais votado da história de São Luís. Foram 131.553 pessoas que saíram de suas casas para dar seu voto de confiança. E
é essa confiança demonstrada pela população, nas urnas e nas pesquisas que aumenta a nossa gratidão e fortalece a nossa caminhada. Continuaremos nas ruas, caminhando nos bairros, conversando com as pessoas para juntos chegarmos à vitória.

JP – Qual sua impressão sobre esta atual fase da campanha?
Braide – Eu e a minha candidata a vice, a Professora Esmênia, temos caminhado muito em nossa cidade. As pessoas relatam suas dificuldades, as suas necessidades e apresentamos o nosso plano de governo. Paralelamente, estamos falando dos nossos compromissos à população por meio de entrevistas, de debates e do horário eleitoral gratuito. Diante de tudo isso, o que nós percebemos, faltando menos
de 30 dias para a eleição, é que as pessoas estão confiantes e esperançosas de que vamos, verdadeiramente, melhorar a vida em São Luís a partir de janeiro de 2021.Esse carinho, essa demonstração de confiança da população, só anima e fortalece a nossa campanha.

JP – Há um risco de a fase final da campanha ser marcada por agressões, baixarias e fakenews?
Braide – Nós fazemos e defendemos uma campanha propositiva, em que a gente possa apresentar à população nossas ideias para desenvolver a nossa cidade e melhorar a vida das pessoas. Por isso, o nosso compromisso é o mesmo desde o começo: apresentar propostas, debater ideias e não atacar pessoas. É isso que a população de São Luís espera de nós.

JP – E vai ter mesmo um segundo turno?
Braide – Por onde caminhamos, em todos os encontros que temos com a população de São Luís, as pessoas nos mostram que estão
decididas e confiantes de que nós podemos, de verdade, transformar São Luís. Então, se for da vontade de Deus e do povo, no próximo
dia 15 de novembro São Luís decidirá seu futuro.

JP – Qual sua análise sobre a administração do prefeito Edivaldo, nestes dois mandatos à frente da Prefeitura de São Luís?
Braide – Costumo dizer que não comento gestões porque cada um segue a linha daquilo que planejou para o seu mandato. Contudo, posso reafirmar que todas as obras que não forem entregues na atual gestão, eu, como prefeito, concluirei e entregarei à população da nossa
cidade. Já disse por várias vezes que São Luís tem pressa e é por isso que defendo o nosso plano de governo, que tem propostas que
vão virar realidade, melhorando o que já existe e avançando naquilo que não atende as necessidades da população, como a saúde, a educação, o transporte coletivo e a geração de trabalho e renda.

JP – Que influência podem ter nestas eleições em São Luís figuras como Lula, Sarney, Bolsonaro, Flávio Dino e o prefeito Edivaldo?
Braide – Eu entendo que a população está bem consciente do que quer para São Luís, e saberá analisar as propostas e escolher o futuro prefeito. O eleitor é o protagonista destas eleições. E está avaliando todos os candidatos para escolher aquele que está pronto para cuidar da
nossa cidade pelos próximos quatro anos.

JP – E sobre as alianças que os outros candidatos estabeleceram para estas eleições?
Braide – Eu prefiro falar da nossa caminhada, do apoio que temos das lideranças, dos candidatos a vereadores e da militância do Podemos, do PSD, do PSDB, do PMN e do PSC, além do time do Partido Verde, que se decidiu e veio somar conosco nessa campanha. Eles fortalecem o
nosso objetivo de transformar São Luís.

JP – Que reflexos estas eleições poderão ter na sucessão do governador Flávio Dino, em 2022?
Braide – A nossa preocupação hoje é trabalhar por São Luís. Quero ser prefeito da nossa cidade por realmente acreditar que é possível transformá-la em uma cidade muito melhor de se viver. É esse o sentimento que nos move.

Carregando