Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Obras de restauração do Largo do Carmo e da Praça João Lisboa são concluídas

Os logradouros foram totalmente reformados e tiveram suas características arquitetônicas e usos originais resgatados

A Prefeitura de São Luís entregou, nessa na quarta-feira (11), as obras de reforma da Praça João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno. Os logradouros, que estão entre os mais antigos da cidade, foram totalmente reformados e tiveram suas características arquitetônicas e usos originais resgatados ao mesmo tempo em que foram adequados para garantir a acessibilidade de todos os frequentadores.

Obras de restauração do Largo do Carmo e da Praça João Lisboa foram concluídas (Foto: Divulgação)

A área, que antes estava degradada, agora volta a ser um importante espaço de convivência e contemplação na área central da cidade.

A reforma foi executada com recursos próprios da Prefeitura por meio do programa São Luís em Obras. Localizados no sítio tombado como Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) os logradouros ocupam uma área de 12 mil metros quadrados e estavam com bancos, lixeiras, estrutura física e monumentos históricos danificados pelo vandalismo, falta de manutenção e usos irregulares.

A execução da ampla reforma realizada pela Prefeitura de São Luís contou com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que elaborou o projeto de recuperação dos espaços.

A Prefeitura de São Luís divulgou um vídeo em suas redes sociais, fazendo um passeio pela reforma dos logradouros.

PRAÇA JOÃO LISBOA E LARGO DO CARMO

A Praça João Lisboa e o Largo do Carmo receberam novo piso em granilito com decoração artística em pedra portuguesa. As calçadas foram recuperadas assim como os canteiros, que ganharam novo gramado e flores como parte do novo paisagismo que incluiu a implantação de novas árvores e a supressão das que estavam com a saúde comprometida e com risco de desabar.

Foram instalados novos bancos e os já existentes no local foram recuperados. Também foram instaladas novas lixeiras para que os frequentadores possam manter o espaço sempre limpo. A área agora conta com nova iluminação por meio de luminárias em formato dos antigos lampiões coloniais que fazem parte da paisagem original, mas com lâmpadas de LED que são mais modernas, eficientes e econômicas.

O antigo abrigo, que estava completamente deteriorado e sob o risco de desabar, foi demolido e em seu lugar já foi iniciada a reconstrução da antiga praça e jardim que compunham a paisagem original. Toda a área também recebeu adequações nas redes elétrica, hidráulica e de drenagem das águas das chuvas.

A área agora conta com bicicletário, nova sinalização turística e placas com informações históricas sobre o espaço. O projeto executado incluiu a adaptação para acessibilidade de pessoas com deficiência com a implantação de rampas, piso tátil e tradução em braile nas placas. Com isso, o espaço foi modernizado para atender às necessidades atuais, mas que isso interfira na arquitetura colonial portuguesa.

RUA DE NAZARÉ E ENTORNO

As vias do entorno da Praça João Lisboa e Largo do Carmo também passaram por reforma. Na Rua de Nazaré, no trecho entre as praças João Lisboa e Benedito Leite, o piso em granilito foi recuperado e implantado piso tátil para garantir a acessibilidade e mobilidade das pessoas com deficiência.

Na Rua de Nazaré, o piso em granilito foi recuperado e implantado piso tátil para garantir a acessibilidade (Foto: Divulgação)

O cinco canteiros ao longo da via foram recuperados e um novo projeto de paisagismo e iluminação implantados para ressaltar a beleza do local que é cercado por prédios coloniais.

As ruas do Sol, da Paz, do Egito e Avenida Magalhães de Almeida tiveram trechos do pavimento recuperados com a recolocação de paralelepípedos para que retomassem o aspecto original. As calçadas e sarjetas também foram recuperadas. Foi garantida a acessibilidade e mobilidade com a implantação de piso tátil e rampas, além de nova sinalização horizontal, incluindo faixas de pedestres para disciplinamento do tráfego de veículos e de pedestres.

Na Avenida Magalhães de Almeida durante a retirada do asfalto foi encontrado parte dos trilhos que serviam para a passagem dos bondes. O trilho foi deixado à mostra como referência a este período da história da cidade.

RESTAURAÇÃO DOS MONUMENTOS HISTÓRICOS

Os monumentos históricos dos logradouros foram recuperados. Um deles foi a estátua de João Lisboa, instalada no local há 102 anos e onde jazem os restos mortais do jornalista e escritor maranhense. A estátua foi feita pelo artista francês Jean Magrou toda em bronze e com uma base de mármore.

O busto do frei Carlos Olearo – o primeiro superior regular da Missão Capuchinha do Maranhão, responsável pela catequização indígena no estado – também foi restaurado assim como o tradicional relógio do Largo do Carmo.

O tradicional relógio também foi restaurado e entregue pelo prefeito Edivaldo (Foto: Divulgação)

Durante o processo, o relógio ganhou novos mostradores, iluminação em LED e um sistema que garante o seu funcionamento por até 72 horas caso falte energia elétrica na região. O relógio original data de abril de 1941 e estava sem funcionar há muitos anos por causa do vandalismo e falta de manutenção.

Carregando