Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Prédio da Reffsa é restaurado e vira novo espaço cultural de São Luís

A reforma do prédio é a fase final da revitalização do Complexo Ferroviário da Avenida Beira-Mar.

Reffsa, novo espaço cultural de São Luís (Foto: Gilson Teixeira)

Um novo complexo cultural e mais um cartão-postal para a cidade de São Luís, a Reffsa foi totalmente requalificada, com investimentos na ordem de R$ 7,5 milhões, oriundos do Tesouro Estadual. A obra, inaugurada na noite dessa quinta-feira (12), transformou a antiga estação ferroviária em um espaço que vai reunir um museu ferroviário e portuário, um polo tecnológico para desenvolvimento de startups, além de uma série de outros atrativos para maranhenses e turistas, como sorveteria, cafeteria, vídeo mapping, decoração natalina e muito mais.

A reforma do prédio da Reffsa é a fase final da revitalização do Complexo Ferroviário da Avenida Beira-Mar.

Caberá à Secretaria de Estado da Cultura (Secma) a manutenção do ‘Museu Ferroviário e Portuário do Maranhão: do trilho ao mar’, o mais novo espaço cultural da cidade.

Na inauguração, o secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso, ressaltou a relevância do projeto para a memória local. “É superimportante para a história ferroviária do Maranhão, uma história que começou ainda no século 19, com a montagem do trecho entre Caxias e Timon da ferrovia, e foi concluída já no século 20 com a finalização do trecho São Luís/Teresina, chegando aqui até este prédio da Reffsa, da antiga estação ferroviária. Hoje nós estamos requalificando esse prédio para que ele funcione como um memorial, um museu que vai lembrar a história dessa construção, a história da Reffsa, mostrando a importância desse meio de escoamento da produção do Maranhão que funciona até hoje e até hoje traz muitos lucros para o nosso Estado”, pontuou o secretário.

Restauração

O processo de restauração do prédio histórico foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar, envolvendo o trabalho de historiadores, sociólogos, engenheiros e arquitetos, obedecendo as características originais do prédio.

A intervenção contemplou serviços de demolição, recursos de acessibilidade, elevador, novas esquadrias, pisos, recomposição de paredes, fachadas, construção de rampa, escada e mezanino, restauração de grades, dentre outros.

Carregando