Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sampaio vence o Náutico no Castelão e assume a vice-liderança da Série B

O gol da vitória foi marcado pelo artilheiro Caio Dantas, no último minuto de jogo, após o Tricolor ter um jogador expulso.

Caio Dantas marcou o gol da vitória Tricolor no fim da partida (Foto: Lucas Almeida)

O Sampaio Corrêa assumiu a vice-liderança da Série B ao vencer o Náutico por 2×1, na noite desta terça-feira, no Estádio Castelão. Uma partida com sustos, raça e emoção.

Os gols aconteceram somente no segundo tempo. A equipe boliviana saiu na frente aos três minutos da etapa final com uma cabeçada do atacante Roney. O Náutico empatou com um disparo de fora da área, aos 33. Quando tudo parecia caminhar para a igualdade, após a expulsão de Joazi, no fim, o artilheiro Caio Dantas decretou a vitória Tricolor ao marcar seu 14º gol na competição.

O jogo

Evitando imprimir um ritmo mais forte no início do jogo, o Sampaio cadenciava as jogadas, buscando o ataque na base da tranquilidade. Foi assim que Luís Gustavo quase marca ao receber na entrada da área e arriscar um chute que passou por cima do travessão.

Após boa trama do ataque Tricolor, a bola sobrou para o artilheiro Caio Dantas, que emendou de primeira, mas o tiro subiu demais.

O Náutico tinha o contra-ataque como arma, e em uma jogada pela esquerda levou perigo para a defensiva boliviana, que viu a bola cruzar a linha do gol e sair em tiro de meta.

Nos minutos finais, o adversário tentou incomodar a defesa Tricolor, com chutes de fora da área, mas as equipes foram para o vestiário com o placar em branco.

Ao contrário da etapa inicial, o Sampaio voltou em alta voltagem para o segundo tempo, e logo abriu o placar. Robson Duarte arrastou a defesa e cruzou na cabeça de Roney, que testou, sem chances para o goleiro pernambucano. Bolívia na frente no Castelão.

Em desvantagem, o Náutico se arriscou ao ataque e começou a incomodar a defesa Tricolor, e quase empata com um lance de cabeça na trave. Na sequência, Gustavo defendeu uma cabeçada à queima-roupa e salvou a Bolívia.

Aos 33 minutos, os visitantes chegaram ao gol de empate com um chute de fora da área, que morreu no ângulo.

O gol animou o Náutico, que seguiu se arriscando no campo de ataque, mas quem quase marca foi o Sampaio. Marlon cobrou falta na ponta esquerda e o zagueiro Daniel Felipe cabeceou com perigo rente à trave.

Na reta final do jogo, Joazi foi expulso após receber o segundo cartão amarelo. Um lance que parecia encaminhar a partida para a igualdade. Mas, uma saída errada do Naútico no meio de campo resultou num contra-ataque fulminante puxado por Diego Taveres, que rolou para Marcinho, e o meia Tricolor deu um passe na medida para o artilheiro Caio Dantas fuzilar o goleiro pernambucano.

Não teve tempo para mais nada. Vitória na raça da Bolívia Querida, que chegou aos 37 pontos e assumiu a vice-liderança da Série B.

O próximo desafio do Sampaio Corrêa será novamente no Castelão, na sexta-feira, às 19h17, contra a Chapecoense, líder da Série B.

Ficha Tricolor

Gustavo, Luís Gustavo (Joazi), Joécio, Daniel Felipe e Marlon; André Luiz (Ferreira), Vinícius Kiss (Léo Costa) e Marcinho; Roney (Gustavo Ramos), Robson Duarte (Diego Tavares) e Caio Dantas

Carregando