Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ala materna na Santa Casa de Misericórdia é inaugurada em São Luís

Os leitos serão suporte das maternidades de Alta Complexidade do Maranhão, vinculadas à rede estadual de saúde.

Reforma adequou espaço para atendimento humanizado (Foto: Handson Chagas)

Na manhã dessa quinta-feira (26), foi inaugurada a ala da Retaguarda Materna ‘Elisabeth Coelho Vaz’, na Santa Casa de Misericórdia, em São Luís. Um espaço completo, totalmente reformado e equipado com 40 novos leitos, para reforçar o atendimento à saúde materno-infantil no Maranhão.

De acordo com o governo do Maranhão, os leitos serão suporte das maternidades de Alta Complexidade do Maranhão, Benedito Leite e Nossa Senhora da Penha, vinculadas à rede estadual de saúde.

O espaço vai prestar atendimento mais adequado, especializado e humanizado, conforme pontuou o secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Lula. “Estamos ganhando uma nova maternidade na rede, como se fosse um novo hospital. O Governo transformou em um espaço completamente reformado, lúdico e adequado às mães. E, ao homenagear Elisabeth Vaz, homenageamos também a enfermagem. Por quatro décadas ela cuidou das mães e essa lembrança é muito merecida”, destacou.

A ala possui recepção, sala de procedimentos/estabilização, posto de enfermagem, alojamento conjunto, farmácia, almoxarifado, sala de Núcleos, além de espaço administrativo. Os atendimentos serão regulados pela rede de maternidades do Estado. A ampliação do serviço assegura atenção humanizada à gestante e integra às ações do Governo em atenção à saúde materno-infantil no estado.

A ala homenageia a técnica de enfermagem maranhense, Elisabeth Coelho Vaz, que de 1960 e 1990, dedicou-se ao atendimento em domicílio de gestantes e recém-nascidos. Nascida em Cajapió, em 1939, aos sete anos mudou para São Luís, após falecimento da mãe. Aos 17 anos, cursou técnico de enfermagem, indo trabalhar no Hospital Português, onde se especializou em obstetrícia. Mesmo aposentada, continuou na função por conta própria. Faleceu de câncer, em abril deste ano, aos 80 anos, em São Luís.

Carregando