Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Policial militar é preso suspeito de executar empresário em Imperatriz

As investigações apontam que o militar é o autor dos disparos que atingiram a cabeça da vítima.

Valdine dos Santos foi assassinado a tiros em Imperatriz (Foto: Divulgação)

Um soldado da Polícia Militar, identificado apenas como Hermano, foi preso, em cumprimento a mandado de prisão temporária, na manhã de ontem (1º), acusado de ser autor da execução do empresário Valdine Diniz dos Santos. O crime ocorreu no dia 10 de novembro desse ano, na cidade de Imperatriz.

De acordo com o delegado Praxísteles Martins, titular do Departamento de Homicídios da cidade, as investigações apontam que o militar é o autor dos disparos que atingiram a cabeça do empresário.

“Ele foi ouvido e não confessou o crime, manifestando o desejo de falar apenas em juízo. Ao final da prisão temporária, vamos representar pela prisão preventiva”, explicou.

Segundo Praxísteles, a polícia trabalha com a hipótese de crime de encomenda e tenta ainda identificar e prender a segunda pessoa envolvida que dirigia o veículo usado no dia do crime.

O policial, que foi capturado em casa, em Imperatriz, foi encaminhado ao presídio do Comando Geral da Polícia Militar em São Luís, onde aguardará à disposição da justiça.

O CRIME

Um empresário, identificado como Valdine Diniz dos Santos, 41 anos, foi assassinado a tiros, na terça-feira (10), na cidade de Imperatriz. O crime ocorreu na Rua Guanabara, no bairro Entroncamento.

A vítima, que era proprietário da Construtora Topázio, foi alvejada com pelos menos três disparos na cabeça. Segundo informações repassadas à polícia, ele estava indo para sua caminhonete quando os suspeitos chegaram já atirando. O empresário morreu no local e os autores fugiram em um veículo branco.

Carregando