Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Livro sobre a saga de Othelino Nova Alves será lançado em São Luís nesta terça-feira

A obra é de autoria do jornalista e escritor Manoel Santos Neto, que conta com prefácio do poeta Cunha Santos.

Othelino Filho, que faleceu no dia 14 de dezembro de 2017, foi o idealizador do livro que será lançado nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

O grande acontecimento literário do ano será realizado nesta terça-feira, dia 15 de dezembro, na Assembleia Legislativa do Maranhão. O local será palco do lançamento de “Othelino: um herói da imprensa livre”, mais novo livro de autoria do jornalista e escritor Manoel Santos Neto, que conta com prefácio escrito pelo poeta Cunha Santos.

A obra é um Livro Reportagem denso, de 250 páginas, dividido em 28 capítulos, que conta a saga de Othelino Nova Alves (1911-1967), jornalista maranhense assassinado em São Luís no dia 30 de setembro de 1967.

Este livro foi idealizado por Othelino Filho (1949-2017) – jornalista cearense, nascido em Sobral, que aos 17 anos de idade veio para o Maranhão com o propósito de entender a razão do assassinato de seu pai em São Luís.

Othelino Filho bateu às portas do Jornal Pequeno para pedir ao jornalista Manoel Santos Neto que o ajudasse a escrever um sonhado livro sobre a atribulada saga de seu pai.

Othelino Filho adoeceu e, pouco antes de falecer, disse que um dos grandes sonhos de sua vida era a publicação do livro biográfico de seu pai. O jornalista Manoel Santos Neto, de pronto, firmou este compromisso com ele. E, para escrever o livro, teve de valer-se de acuradas pesquisas nos acervos do Arquivo Público do Estado e da Biblioteca Benedito Leite, além de entrevistas com figuras que conviveram com o personagem central do livro.

O autor se valeu de testemunhos e depoimentos de pessoas como Milson Coutinho, Elói Cutrim, Jersan Araújo, Aldir Dantas, Luis Vasconcelos, Haroldo Silva, Sálvio Dino, Nauro Machado, Ademário Cavalcante, José Ribamar Rocha Gomes (Gojoba) e outros entrevistados.

Após mais de 12 anos de pesquisa, iniciada em 2008, o jornalista Manoel Santos Neto conseguiu reunir as condições para agora poder lançar ‘Othelino: um herói da imprensa livre’, primeiro volume de uma série de 12 livros-reportagem intitulada ‘Valha-me Deus! Notícias que não publiquei’.

Carregando