Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Conheça os benefícios da Cúrcuma para a saúde

A cúrcuma é uma planta medicinal utilizada tradicionalmente na medicina Ayurveda

Foto: Reprodução

A cúrcuma é uma planta bastante conhecida em virtude de suas propriedades medicinais e de seu uso culinário. É também chamada de açafrão-da-terra, açafrão-da-índia, açafrão, açafroa, mangarataia e gengibre-dourado. Conhecida no mercado internacional como turmeric, a cúrcuma é também utilizada em produtos de perfumaria e têxteis.

A cúrcuma (Curcuma longa) é uma planta da família Zingiberaceae, mesma família do gengibre. Originária da Índia e do sudeste da Ásia, essa planta, muitas vezes, é confundida com a Crocus sativus, que é conhecida também como açafrão ou açafrão verdadeiro.

A confusão está no fato de que as duas plantas possuem a propriedade de pigmentar da cor amarela, entretanto, o açafrão verdadeiro possui aroma mais intenso e cor mais vibrante. Além disso, o açafrão verdadeiro é bastante valorizado, com valor em torno de R$ 70 o grama.

Benefícios da cúrcuma

A cúrcuma é uma planta medicinal utilizada tradicionalmente na medicina Ayurveda (medicina desenvolvida na Índia) há cerca de seis mil anos. É indicada para problemas como resfriados, sinusites, infecções bacterianas, alterações no fígado, diabetes, lesões, anorexia e reumatismo.

Atualmente, sabe-se que a cúrcuma apresenta uma série de propriedades farmacológicas importantes. Entre elas, destacam-se as ações
antioxidante; anti-inflamatória; antibacteriana; antidiarreica; antiescorbútica; antiespasmódica; antifúngica; antiparasitária; antitumoral; antiviral; diurética; hepatoprotetora; neuroprotetora; redutora dos níveis de colesterol; sedativa.

Alguns trabalhos sugerem ainda que a cúrcuma apresenta efeitos neuroprotetores no tratamento da doença de Parkinson e Alzheimer, além de ajudar no combate de alguns tipos de câncer. Entretanto, pesquisas ainda estão sendo realizadas a fim de confirmar esses efeitos e analisar as doses adequadas.

Contraindicações no uso da cúrcuma

A cúrcuma é um produto que apresenta baixa toxicidade, não causando danos quando utilizada em doses de até 10 g/dia. Apesar de não causar grandes danos, o uso da cúrcuma apresenta algumas contraindicações.

Pessoas que possuem úlceras gástricas ou que apresentam histórico do problema não devem fazer uso prolongado da cúrcuma. Além disso, pessoas que apresentam sensibilidade ou alergia à curcumina, obstrução de ductos biliares, distúrbios hemorrágicos ou que usam medicamentos que alteram o processo de coagulação não devem fazer uso da cúrcuma.

Como também pode induzir ao aborto, a cúrcuma não deve ser utilizada por grávidas. Seu uso também não é adequado para lactantes e crianças.

Além das contraindicações, é importante ficar atento à interações medicamentosas. Por apresentar atividade anticoagulante, o uso da cúrcuma juntamente com anticoagulantes, por exemplo, pode levar a hemorragias. Além disso, apresenta interação com alguns anti-inflamatórios, imunossupressores e medicamentos, como irinotecán e cotrimoxazol.

Desse modo, é importante sempre analisar os fármacos que estão sendo utilizados antes de fazer uso da cúrcuma ou de qualquer outro medicamento. Essas informações podem ser vistas na bula dos remédios.

Carregando