Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Referência nacional em reciclagem, Centro Ambiental Ribeira é inaugurado em São Luís

Espaço foi construído onde antes existiu o Aterro da Ribeira, desativado desde o ano de 2015.

Centro Ambiental Ribeira foi inaugurado em São Luís (Foto: Biné Morais)

Nessa terça-feira (15), foi inaugurado o Centro Ambiental Ribeira, em São Luís, um espaço sustentável referência em reciclagem. O cenário do lixão a céu aberto ficou para trás. As atividades de descarte de resíduos sólidos no Aterro da Ribeira foram encerradas em julho de 2015, e desde então foram planejadas ações para ressignificar o lugar.

O resultado do estudo e trabalho para a região foi o surgimento do Centro Ambiental Ribeira, composto por quatro setores: Galpão de Triagem de Materiais Recicláveis, Pátio de Compostagem de Resíduos Orgânicos, Usina de Beneficiamento de Resíduos da Construção Civil e um Centro de Educação Ambiental.

No local, será possível transformar o lixo orgânico das feiras e mercados em adubo. Os resíduos da construção civil também poderão ser reaproveitados e transformados em brita e areia. O lixo que seria descartado e inutilizado será transformado em matéria-prima, gerando renda e preservando o meio ambiente.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, destacou que o Centro Ambiental Ribeira é um trabalho pioneiro no país, e que o reaproveitamento do lixo na capital maranhense é destaque na região Nordeste. “Hoje, posso dizer com muita tranquilidade que a cidade de São Luís é referência para o país. O Brasil volta os olhos para a capital maranhense, para este grande espaço público que é referência nacional. São Luís já é a cidade do nordeste que mais recicla o seu lixo. Estamos chegando a uma taxa de quase 6%, que é muito importante. Isso é fruto de um trabalho sério que a Prefeitura de São Luís tem desenvolvido ao longo de todos esses anos, por meio dos ecopontos, de várias outras ações e atividades. Temos aqui um espaço brilhante ao qual estará sempre aberto, para que todos possam visitar e conhecer esse lugar”, frisou.

FUNCIONAMENTO DO CENTRO AMBIENTAL RIBEIRA

GALPÃO DE TRIAGEM

O Galpão de Triagem de Materiais Recicláveis possui capacidade de processar cerca de 10 toneladas de material por dia e, aproximadamente, 200 toneladas mensais de recicláveis. O local irá receber o excedente dos materiais recicláveis que são entregues pela população nos ecopontos ou por meio da Coleta Seletiva Domiciliar e que as cooperativas não têm capacidade de absorver.

O espaço funcionará de forma totalmente automatizada. Usina de resíduos da construção civil A usina possui área total de 3 mil metros quadrados e capacidade de processar até 7 mil toneladas mensais de resíduos da construção civil que são entregues nos ecopontos e recolhidos pelos serviços de remoção manual e mecanizada realizados pela Prefeitura em áreas de descarte irregular.

PÁTIO DE COMPOSTAGEM

O Pátio de Compostagem de Resíduos Orgânicos possui área total de 5.500 metros quadrados e capacidade para processar 90 toneladas mensais de resíduos orgânicos de origem vegetal como frutas, legumes e verduras que serão recolhidos de feiras livres e mercados públicos, além do resíduo de poda e capina que é descartado nos ecopontos e os de origem dos serviços de capina e roçagem realizados diariamente pela Prefeitura. O composto será doado aos pequenos produtores rurais para uso como adubo.

CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O espaço é composto por auditório com equipamento audiovisual, área de estacionamento, banheiros, área administrativa, entre outros, que servirão para a realização de palestras e outras atividades voltadas para incentivar a sustentabilidade.

O espaço será voltado para que estudantes de escolas públicas da rede municipal ou estadual e da rede privada possam acompanhar o processo.

Carregando