Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Máquina de Descascar’Alho não sairá às ruas neste 1º de janeiro

Grupo não fará o tradicional cortejo carnavalesco pelas ruas da Madre Deus e bairros vizinhos, mas terá música eletrônica na Estação da Máquina

(Foto: Reprodução)

34 anos a Máquina de Descascar’Alho é presença certa no dia 1º de janeiro, com sua batucada, sua irreverência e seu brilho próprio, saudando o ano que chega com muita música, muito samba e carnaval pelas ruas do bairro Madre Deus e adjacentes. Mas na passagem deste ano para 2021 o momento pede que tudo seja diferente. As ruas da Madre Deus no primeiro dia de 2021 não serão brindadas com os batuques e a alegria tradicionais da Máquina de Descascar’Alho.

A diretoria do grupo decidiu, em respeito, e cumprindo as regras sanitárias demandadas pelas autoridades de saúde, para ajudar no combate à disseminação da Covid-19, que não haverá cortejo carnavalesco como tem acontecido ininterruptamente nos últimos 34 anos, ou seja, a Máquina não vai sair. Mas no dia 1º, quando a Máquina completa 35 anos, ela vai chegar. Vai chegar aos ouvidos da vizinha e de quem mais quiser ouvir. Haverá música eletrônica na Estação da Máquina, no Morro do Querosene, perto da casa do eterno, saudoso e fundador do grupo, mestre Veloso, a partir das 12h, relembrando os grandes sucessos do grupo nos últimos 34 anos, e pedindo, em forma de batucada, que o ano de 2021 seja bom para todo mundo.

Na ocasião, haverá exposição do estandarte da Máquina e quem quiser fazer fotos, ou marcar presença (sem aglomerações) será bem-vindo. A diretoria também fará o anúncio do projeto de aniversário dos 35 anos da Máquina, que em 2021 acontecerá de forma virtual nos meses de janeiro e fevereiro, antecedendo o período oficial de carnaval.

A Diretoria

Carregando