Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Oficina ferroviária proporciona reutilização de água

VLI utiliza práticas como o uso de lâmpadas de LED, torneiras com temporizador e redirecionamento de baterias

Oficina ferroviária em Imperatriz é exemplo de práticas sustentáveis no Maranhão (Foto: Divulgação)

As práticas sustentáveis ganham cada vez mais espaço entre grandes empresas que reconhecem a preservação do meio ambiente como uma forma de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico. Na oficina da  VLI – companhia de soluções logísticas responsável pela circulação de trens entre o Maranhão e o Tocantins –, em Imperatriz, área certificada pelo Selo Verde (título dado a empresas e instituições que adotam alternativas de menor impacto ambiental), práticas que vão desde o uso de lâmpadas de LED e torneiras com temporizador ao redirecionamento de baterias, sucatas e óleo para reciclagem, fazem parte do dia a dia.

Cada gota conta

A reutilização de água residual de ar-condicionado em baterias usadas nas locomotivas é um exemplo de uso consciente e eficiente. Mais de 950 litros são coletados de cada aparelho, mensalmente, e armazenados para reutilização. O sistema implantado possibilitou a redução do uso de água e economia com a compra do insumo. Se chover em Imperatriz, a oficina também aproveita. O líquido é captado do telhado e armazenado em caixas com capacidade para até 10m³. Depois, o recurso é utilizado na lavagem de oficinas, rega de plantas, entre outras atividades.

Outro ponto importante é a destinação de alguns materiais. Para se ter ideia, em 2020, a unidade direcionou para reciclagem mais de 1,7 mil toneladas de sucatas entre bateria, roda ferroviária e demais materiais essenciais, mas que perdem o uso principal quando atingem um nível de desgaste. “Esse cuidado com os recursos naturais faz parte do nosso propósito em compartilhar valor e promover o cuidado com o meio ambiente”, ressalta Evandro dos Reis, gerente de manutenção da VLI.

Carregando