Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Determinada circulação de 100% da frota do transporte coletivo estadual nos dias de provas do Enem

Medida visa assegurar o deslocamento dos candidatos com segurança e sem transtornos.

Frota nas linhas semiurbanas é aumentada na região metropolitana de São Luís (Foto: Divulgação)

Para garantir o atendimento nos dois dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 17 e 24 deste mês, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) publicou, nessa quinta-feira (14), portaria que determina a circulação de 100% da frota do sistema de transportes semiurbano, que compreende os municípios de Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, gerenciado pela Agência.

Conforme a Portaria nº 04/2021, que entra em vigor à 0h do dia 17 (próximo domingo), as empresas deverão operar nos dias de aplicação das provas com a mesma frota programada para os dias úteis.

Com essa medida, a MOB visa assegurar o deslocamento dos candidatos com segurança e sem transtornos, como explica o presidente do órgão, Daniel Carvalho.

“Essa é uma determinação do governador Flávio Dino para quem os estudantes que irão fazer as provas do Enem e são usuários do transporte coletivo possam se deslocar de forma tranquila de suas residências aos locais das provas, para que todos participem do Exame”, ressaltou.

Defensorias do Estado e da União recomendaram adiamento 

A Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), por meio dos Núcleos Cível e de Defesa da Criança e do Adolescente (NDCA), e a Defensoria Pública da União (DPU/MA) encaminharam, nessa quinta-feira (14), recomendação ao governo do Maranhão na qual solicitam o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todos os municípios maranhenses. O certame está marcado para os próximos dias 17 e 24 de janeiro, e é a principal forma de acesso ao ensino superior em todo o país.

A atuação conjunta tem o objetivo de evitar aglomerações e a consequente disseminação do vírus para estudantes e profissionais empenhados na aplicação da prova, além de diminuir a desigualdade de condições entre alunos das redes pública e particular de ensino, garantindo a todos o direito à educação e o acesso aos níveis mais elevados de ensino.

A resposta à recomendação deverá ser enviada às instituições no prazo de 24 horas, informando as medidas implementadas ou as razões para o não acolhimento do recomendado.

Carregando