Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maranhense vai presidir a Confederação Brasileira de Automobilismo

Vencedor teve o apoio do tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet, Felipe Massa, Felipe Giafonne e Manuel Carlos.

Giovanni Guerra com o presidente da Federação Potiguar de Automobilismo, Michel Cachina (Foto: Divulgação)

Giovanni Guerra, maranhense, ganhou ontem (15) a eleição para o cargo de presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). Ademais, em sua campanha, ele teve o apoio do tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet, Felipe Massa, Felipe Giafonne e Manuel Carlos.

Assim, Giovanni Guerra conseguiu a vitória com a maioria dos votos e se tornou o primeiro maranhense a ser presidente da organização pelos próximos 4 anos.

Na foto, estão o presidente da Federação Potiguar de Automobilismo, Michel Cachina; e o novo presidente da CBA, Giovanni Guerra, maranhense de Imperatriz, e um dos pioneiros do Kart da região.

“Inicio hoje o maior desafio da minha vida. O automobilismo sempre foi mais do que uma paixão. Ele representa um grande pedaço da existência. Após trabalhar pelo esporte no meu Maranhão e na CIK-FIA, vou me dedicar, de forma incansável, para o seu desenvolvimento ao longo desses quatro anos”, disse o presidente eleito.

Formado em Odontologia pela Universidade Federal do Maranhão, Guerra foi presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão por 20 anos. Desde 2015 representa o Brasil na Comissão Internacional de Kart da FIA.

Carregando