Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bridgerton é oficialmente renovada para 2ª temporada

Desenvolvida pelo roteirista Chris Van Dusen, que trabalhou para Rhimes em “Grey’s Anatomy” e “Scandal”, a série ainda tem previsão para voltar com seus novos episódios

(Foto: Reprodução)

Depois de exaltar o sucesso de “Bridgerton” em evento para seus investidores, a Netflix oficializou a renovação da primeira série produzida para o streaming por Shonda Rhimes (criadora de “Grey’s Anatomy”). O anúncio da 2ª temporada foi acompanhado por vídeo e também por vários posts nas redes sociais.

O post mais divertido foi publicado pela produtora Shondaland, anunciando, como se tivesse sido escrito por Lady Whistledown: “Esta autora foi informada por fonte confiável que Lorde Anthony Bridgerton (Jonathan Bailey) pretende dominar a temporada social. Estarei com a minha caneta preparada para reportar toda e qualquer novidade dos acontecimentos românticos”.

O texto e o close final do vídeo confirmam que o segundo ano da produção vai adaptar o segundo volume da coleção literária “Os Bridgerton”, de Julia Quinn, intitulado em português “O Visconde que Me Amava”.

Os oito primeiros episódios foram baseados em “O Duque e Eu”, o primeiro livro, com foco em Daphne Bridgerton (Phoebe Dynevor), a filha mais velha da família, durante seu debut na alta sociedade, quando atrai a atenção de vários pretendentes.

Cada exemplar da obra original conta a história de amor de um dos oito irmãos da família Bridgerton e, no segundo volume, o solteiro mais cobiçado da temporada de bailes é Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Logo, ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal para sua noiva. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Mas enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres.

Pronto. Já se sabe como esse orgulho e preconceito terminam. Mas pouco importa para os fãs da obra de Quinn, uma Jane Austen contemporânea, que transformaram a história romântica da 1ª temporada num dos maiores sucessos da Netflix – supostamente visto por 64 milhões de assinantes em todo o mundo.

Desenvolvida pelo roteirista Chris Van Dusen, que trabalhou para Rhimes em “Grey’s Anatomy” e “Scandal”, a série ainda tem previsão para voltar com seus novos episódios.

Carregando