Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mapeamento da Defesa Civil recomenda limpeza de córregos em áreas de risco para evitar transbordamentos

Equipes percorreram comunidades como Salinas do Sacavém, João de Deus, Novo Angelim, Recanto dos Vinhais e Cidade Olímpica.

Defesa Civil de São Luís conclui mapeamento de áreas com riscos de alagamentos (Foto: Divulgação)

A Defesa Civil de São Luís, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), concluiu o mapeamento das áreas de alagamentos situadas na capital maranhense. Os trabalhos começaram na semana passada, quando o secretário da Semusc, Marcos Affonso, determinou o início da ação, uma vez que a época das fortes chuvas está se aproximando.

“O nosso objetivo é atuar na prevenção. Uma das medidas em andamento é a limpeza dos córregos, que vai possibilitar um fluxo normal da água da chuva, evitando os alagamentos”, frisou.

Com base nas informações da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), os agentes da Defesa Civil identificaram os locais com córregos, apontando para a necessidade de limpeza desses locais, a fim de evitar transbordamentos durante as chuvas na capital. As equipes percorreram comunidades como Salinas do Sacavém, João de Deus, Novo Angelim, Recanto dos Vinhais, Cidade Olímpica e Residencial José Reinaldo Tavares.

“O levantamento foi realizado em tempo recorde pelas equipes, que não mediram esforços para concluí-lo o quanto antes. Com a conclusão do mapeamento, um relatório será enviado à Semosp, que, com base nos nossos trabalhos, fará a drenagem urbana, a fim de evitar o transbordamento dos córregos”, esclareceu o superintendente da Defesa Civil de São Luís, Alexssandro Nogueira.

O mapeamento feito pela Defesa Civil de São Luís será enviado à Semosp nesta sexta-feira (5), que traçará o cronograma de ações referentes à cada área mapeada.

Carregando