Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ex-cunhado é suspeito de assassinar porteiro em São José de Ribamar

O crime ocorreu na noite da última sexta-feira (5), nas proximidades da sede do Sampaio Corrêa.

Antônio Diniz foi morto a tiros em São José de Ribamar (Foto: Divulgação)

O principal suspeito de ter assassinado o porteiro Antônio Diniz Viana, de 30 anos, na noite de sexta-feira (5), nas proximidades da sede do Sampaio Corrêa, em São José de Ribamar, já foi identificado. Segundo a Polícia Civil, o crime teria sido cometido por um ex-cunhado da vítima.

“Ele teria brigado com o ex-cunhado, no final de dezembro. A irmã dele terminou com esse ex-cunhado, que ficou com raiva, e começou a mandar mensagens de ameaças a ele, dizendo que sabia sobre o caminho e a vida dele”, explicou o delegado Felipe César, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Antônio Diniz foi atingido com disparos de arma de fogo na região cervical e tórax, após deixar o condomínio no qual trabalhava e ser abordado na rua. Na ocasião, o ex-cunhado, que estava na companhia de outras pessoas, desceu de um veículo modelo Gol, cor prata, e começou a atirar.

A vítima ainda correu para um matagal nas proximidades, foi perseguida e alvejada outras vezes. O porteiro foi socorrido por populares e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Luizão, mas não resistiu aos ferimentos.

Antônio era natural do município de Vargem Grande, era casado e morava na região do Turu.

Carregando