Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bares, restaurantes e casas de eventos são fiscalizados em São Luís

Ao todo, foram visitados 22 estabelecimentos na Região Metropolitana de São Luís

Foto: Reprodução

O Governo do Maranhão intensificou a fiscalização em bares, restaurantes e casas de eventos. A ação é voltada para o cumprimento dos protocolos sanitários vigentes e orientação dos proprietários de estabelecimentos e a população em geral.

Na noite de sexta-feira (12), a Vigilância Sanitária Estadual realizou fiscalizações nos bairros Maiobão, Paranã, Manaíra, Sítio Grande, todos situados no município de Paço do Lumiar; no bairro Parque Vitória em São José de Ribamar; e no bairro do Turu em São Luís. Ao todo, foram visitados 22 estabelecimentos, não houve Auto de Infração ou Interdição. Já no sábado (13), os locais fiscalizados foram Avenida Litorânea e os bairros da Cohama, Cohafuma, Vinhais e Calhau, todos em São Luís. Já em Paço do Lumiar, o bairro do Maiobão foi novamente alvo de fiscalização. No total, 27 estabelecimentos foram abordados, com o registro de dois Autos de Infração e dois Termos de Intimação por descumprimento de normas sanitárias.

Por decisão judicial, não será permitido qualquer festa ou evento que gere aglomeração de pessoas, assim como está suspensa qualquer tipo de apresentação musical e som eletrônico. As operações de fiscalização contam com a participação da Superintendência de Vigilância Sanitária, órgão da Secretaria de Estado da Saúde (SES); da Polícia Militar; do Corpo de Bombeiros; e do Procon.

Ações

Desde o início das ações de enfrentamento à Covid-19, em março de 2020, a Vigilância Sanitária já realizou mais de 4.755 ações para apuração de denúncias de riscos e agravos decorrentes da doença, sendo 3.678 fiscalizações de estabelecimentos e produtos sanitários para apuração de denúncias; 910 blitzen, em parceria com a Polícia Militar e Procon-MA, para cumprimento de Decretos Estaduais; 121 barreiras sanitárias em aeroportos; e 46 barreiras sanitárias no trânsito.

Durante as ações de fiscalização, foram lavrados 3.678 Termos de Fiscalizações; 1.066 Termos de Intimação; 172 autos de Infração; 60 multas; e interdição sanitária de 10 estabelecimentos reincidentes ou que se recusaram a cumprir o decreto estadual.

Carregando