Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Grande São Luís registra sete assassinatos em quatro dias

Polícia confirmou seis homicídios e um latrocínio, ocorrido na região do Andiroba, zona rural da capital maranhense.

Foto: Ilustração

Da madrugada de sexta-feira (19) até a manhã dessa segunda-feira (22), sete mortes violentas, sendo seis homicídios e um latrocínio, foram registradas na região metropolitana de São Luís. Pelo menos cinco delas foram praticadas com uso de arma de fogo.

Na sexta-feira, três pessoas foram assassinadas. As vítimas foram identificadas como sendo Edson Rodrigues Reis Junior, de 33 anos; Emerson Correa, 19; e Marcos Vinícius Costa Silva, 23. Os crimes ocorreram, respectivamente, nos bairros Vila Nazaré, em Paço do Lumiar; Novo Angelim e Coroadinho, em São Luís.

No caso ocorrido no Coroadinho, a vítima foi atingida com um tiro no ombro e outro nas costas. Marcos Vinícius chegou a ser levado à Unidade Mista do bairro, passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu. Os suspeitos fugiram após o crime.

No fim da noite de sábado (20), o jovem Arthur Cavalcante Luso Garcez, de 20 anos, foi assassinado com disparos de arma de fogo. Ele foi encontrado por um morador, já sem vida, na Rua Nossa Senhora da Vitória, na região do Parque Vitória, em São José de Ribamar.

À polícia, populares disseram terem ouvido tiros por volta de 23h. Arthur foi alvejado cinco vezes, sendo dois dos tiros na cabeça. Um crachá de funcionário do Supermercados Mateus foi localizado ao lado do corpo.

No domingo, no Bairro de Fátima, três pessoas foram baleadas e uma delas morreu, depois que ocupantes de um veículo Ônix e de um Vectra chegaram ao local atirando. Os autores, que seriam membros de facção criminosa, fugiram em um dos carros e ainda não foram presos.

Na ocasião, Hernilson de Jesus Nunes Ferreira, de 28 anos, foi atingido no abdômen, e na madrugada de segunda-feira (22), ao dar entrada no Hospital Djalma Marques, o Socorrão 1, não resistiu.

José Maurício Diniz e Joubert Coelho Aires foram alvejados no pé e na mão esquerda, respectivamente, mas passam bem.

Já na manhã de ontem, 22, Mateus Fonseca foi encontrado por populares na localidade Barro Duro, na Estrada de Ribamar. A polícia acredita que ele foi morto em outra área e teve o corpo descartado no local pelos suspeitos. A vítima, que morava no bairro do Paranã – em Paço do Lumiar, levou um único tiro.

LATROCÍNIO NO ANDIROBA

Na madrugada de domingo (21), cerca de 30 integrantes da facção criminosa Neutros provocaram um verdadeiro terror no Residencial Nova Vida, na região do Andiroba, zona rural de São Luís. Uma pessoa acabou morta durante a ação dos faccionados.

Segundo informações do delegado Felipe César, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), os suspeitos fizeram uma espécie de arrastão na área, entrando em várias casas para roubar, e durante a ação criminosa acabaram cometendo o crime.

Rondinele Serra Costa, de 37 anos, foi assassinado a tiros pelos suspeitos. Conforme o delegado, até o momento, os levantamentos apontam que ele não tinha envolvimento com facção criminosa.

Carregando