Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

MPF no Maranhão alerta sobre mensagens e e-mails falsos com nome da instituição

O MPF esclarece que não envia e-mails ou mensagens para intimar, notificar ou comunicar qualquer procedimento investigatório

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão identificou, neste mês de fevereiro, o envio de mensagens falsas em nome da instituição, a partir de relatos de pessoas que receberam links para participação em supostas audiências. No entanto, o MPF esclarece que não envia e-mails ou mensagens para intimar, notificar ou comunicar qualquer procedimento investigatório, que devem ser desconsideradas, caso o cidadão não tenha se cadastrado previamente nos sistemas do MPF.

E-mails oficiais do MPF são enviados somente às pessoas ou organizações que tiverem registrado representação (denúncia) ou realizado alguma solicitação na Sala de Atendimento ao Cidadão (SAC), na Ouvidoria, no Protocolo ou Peticionamento Eletrônicos, por meio do site ou aplicativo MPF Serviços (http://www.mpf.mp.br/mpfservicos), e que tenham fornecido um endereço de e-mail para receber a resposta.

Caso você receba mensagem em nome da instituição com o pedido de dados pessoais ou com a indicação de link de acesso, sem que tenha se cadastrado no MPF, pode se tratar de fraude eletrônica. A orientação técnica é que essas mensagens sejam apagadas sem serem abertas, para evitar possível invasão ao seu dispositivo ou roubo dos seus dados.

A Seção de Segurança Orgânica e Transporte (Sesot) e a Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicações (Ctic) da Procuradoria da República no Maranhão (PR/MA) ressaltam, ainda, que o cidadão não deve, em hipótese alguma, clicar em links, fornecer senhas e outras informações pessoais ou autorizar a instalação de aplicativos recebidos por meio de mensagens.

Essas ações são geralmente solicitadas em um golpe conhecido como “phishing”, modalidade de crime cibernético no qual a vítima é induzida a acessar um site malicioso, normalmente clonado de grandes empresas ou órgãos de governo, onde lhe é solicitada a inserção de informações confidenciais ou dados pessoais, como senhas, CPF e números de cartão de crédito e contas bancárias, que são, então, coletados pelos criminosos.

MPF Serviços

Aos cidadãos e instituições que precisarem acessar os serviços do MPF, a orientação é que busquem atendimento online, por meio do portal ou aplicativo MPF Serviços (http://www.mpf.mp.br/mpfservicos), disponível também para iPhones e celulares com sistema Android.

Assim, todos os documentos destinados ao MPF estão sendo recebidos, exclusivamente, por meio do MPF Serviços, que possibilita ao cidadão registrar representação inicial (denúncia) de fato ilícito ou irregularidade, protocolar petição ou resposta em processo existente e acompanhar a tramitação processual. Além disso, é possível enviar ofício e nota fiscal, assinar documentos, solicitar dados amparados pela Lei de Acesso à Informação, certidões e pedidos de vista ou cópia de autos, entre outros serviços.

Carregando