Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Em noite de arbitragem polêmica, Sampaio fica no empate com o Vitória-BA pela Copa do Nordeste

Tricolor sofreu gol irregular e depois teve pênalti anulado com o batedor pronto para cobrar.

Sampaio Corrêa estreia em casa pelo Brasileiro da Série B (Foto: Ronald Felipe)

Em noite marcada por protagonismo da arbitragem, o Sampaio Corrêa ficou no empate em 1×1 com o Vitória, na noite deste sábado, no Estádio Castelão. A partida foi válida pela quarta rodada da Copa do Nordeste.

A equipe Tricolor saiu na frente com gol do meia Dione. Em seguida, sofreu um gol irregular, não marcado o lance de impedimento pela arbitragem. No início do segundo tempo, o árbitro marcou o pênalti para o Sampaio, e resolveu voltar atrás quando Dione já se preparava para bater.

O Sampaio ainda teve oportunidades para vencer o jogo, mas não conseguiu aproveitar as chances criadas.

O JOGO

Início de jogo com o Sampaio mais presente no campo de ataque, mas foi do Vitória a primeira chegada mais aguda, após escapada em velocidade, que foi travada pela defensiva boliviana.

O contra-ataque era uma das armas usadas pelos visitantes, que chegaram novamente pela ponta direita. O troco da Bolívia foi uma jogada venenosa dentro da área, dividida entre Jefinho e o zagueiro, que quase surpreende o goleiro baiano ao bater no travessão.

Aos 16 minutos Sampaio abriu o placar. Marlon cruzou na área e Dione dividiu com a zaga até conseguir empurrar, já no chão, para o fundo da rede.

O jogo obrigou o time do Vitória a se arriscar um pouco mais ao ataque, e conseguiu chegar ao empate com seu jogador em posição de impedimento, mas o lance foi ignorado pela arbitragem, que confirmou o gol.

A forte marcação prevaleceu no restante do primeiro tempo, que chegou ao fim com a igualdade no placar.

A iniciativa foi do Sampaio na etapa final, e Guilherme Teixeira avançou para dentro da área até ser derrubado. Pênalti marcado pelo árbitro e bandeira. Quando Dione já estava posicionado para bater, a arbitragem anulou a marcação.

O Vitória se aproveitou do momento de desatenção da equipe Tricolor com a anulação da penalidade para chegar com perigo, mas Mota fez a defesa.

Passado o momento de instabilidade, o Sampaio se ajustou em campo e começou a rondar a área adversária com perigo. Jefinho quase marca o segundo gol boliviano, mas carimbou a trave.

Dominando o jogo, a equipe Tricolor acuou o Vitória, que não conseguia sair da defesa, mas a igualdade prevaleceu até o apito final

O Sampaio Corrêa já volta a campo nesta terça-feira para enfrentar a equipe do Altos/PI, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. Confronto agendado para o Estádio Lindolfo Monteiro, às 15h30.

Ficha Tricolor

Mota, Roni (Sávio), Allan Godói, Paulo Sérgio e Marlon; André Luiz, Guilherme Teixeira, Matheus Cassini (Joanderson) e Dione (Gabriel Popó); Jajá (Gabriel Honório) e Jefinho.

Carregando